Botucatu, domingo, 20 de Outubro de 2019

26/04/2019

Dois bairros começam a receber programa “Botucatu: Todos Contra a Dengue”



Após a primeira ação contra a dengue, os enfrentamentos deverão ocorrer quinzenalmente, também em locais a serem definidos pela Vigilância Ambiental em Saúde, usando como referência, o Índice de Densidade Larvária

 

Os bairros Jardim Monte Mor e Jardim Iolanda serão os primeiros a receber o programa “Botucatu: Todos Contra a Dengue” nos dias 2, 3 e 4 de maio. O grupo de enfrentamento será composto por mais de 200 servidores municipais das Secretarias de Infraestrutura, Verde, Zeladoria Municipal e Vigilância Ambiental em Saúde, além de atiradores do Tiro de Guerra e voluntários. Eles irão recolher materiais inertes das casas dos dois bairros, além de vistoriarem os imóveis para combater possíveis criadouros do mosquito da dengue.

A escolha dos bairros se deu após o registro de um caso importado de dengue na região, e a existência de outros suspeitos que ainda podem ser confirmados. Outro fator que colaborou para a escolha são os levantamentos de densidade larvária, realizados pela Vigilância Ambiental do Município, que apontaram a maior necessidade de intervenção nessa localidade.

“Nossos agentes baterão de casa em casa para inspecionar as casas, realizar o combate a possíveis criadouros e orientar a população. Contamos inclusive com a boa recepção da população a esses profissionais que trabalham pelo bem da comunidade. No caso da presença de materiais inertes, os moradores deverão colocá-los na calçada, para que os caminhões passem recolhendo”, afirma o prefeito Mário Pardini.

Após a primeira ação contra a dengue, os enfrentamentos deverão ocorrer quinzenalmente, também em locais a serem definidos pela Vigilância Ambiental em Saúde, usando como referência, o Índice de Densidade Larvária.

É importante que a população continue atenta, não deixando recipientes com água parada sem a manutenção adequada. Pratos de plantas, latas e potes utilizáveis, brinquedos, bebedouros de consumo animal, ralos, calhas, materiais inservíveis (latas e potes não utilizáveis, plásticos, materiais de construção) são os principais criadouros de mosquitos detectados nos imóveis.

 

Crianças

Na última quarta-feira, 24, uma reunião com representantes das secretarias de Educação, Comunicação e da Diretoria Regional de Ensino discutiu ações do programa “Botucatu: Todos contra a Dengue” nas escolas da Cidade.

A intenção é que através das atividades elaboradas pelos professores, os alunos aprendam a combater o mosquito Aedes Aegypti e sejam agentes multiplicadores das informações para as famílias e suas comunidades.

O Grupo de Trabalho já levantou várias possibilidades de estratégias para a campanha, que serão apresentadas em reunião no gabinete do prefeito na próxima semana.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.