Botucatu, sábado, 19 de Outubro de 2019

Cidade / Geral
16/07/2019

Insitituições se mobilizam para reduzir acidentes com motociclistas



Iniciativa propõe ações para conscientizar os motociclistas sobre o uso indevido de escapamentos barulhentos, além dos acidentes, levando em consideração que em 27 de julho é celebrado o Dia Nacional do Motociclista

 

Redução dos acidentes de trânsito e também dos ruídos produzidos pelas motocicletas foram os temas de uma reunião envolvendo representantes da Prefeitura de Botucatu, Ordem dos Advogados do Brasil de Botucatu, Câmara Municipal, Associação de Pais e Amigos das Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais – APAPE, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e SAMU192.

A reunião foi uma iniciativa da OAB Botucatu, com o objetivo de propor ações para conscientizar os motociclistas sobre o uso indevido de escapamentos barulhentos, além dos acidentes, levando em consideração que em 27 de julho é celebrado o Dia Nacional do Motociclista.

“A proposta da OAB é contribuir com a sociedade e este tema é muito importante, uma vez que nós sabemos que o número de acidentes envolvendo motocicletas é alto e gera muitos transtornos para os serviços de atendimento, como o SAMU e o Corpo de Bombeiros principalmente. Com essa reunião, nós conseguimos traçar metas e ações para reduzir os acidentes em nossa Cidade”, destacou Nuno Pereira Garcia, Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil.

Atualmente, Botucatu conta com uma frota de mais de 20 mil motocicletas e as autoridades municipais reconhecem a necessidade de regularizar e orientar os usuários deste tipo de transporte, deixando o trânsito mais seguro.

“As motocicletas se popularizaram na última década por serem veículos baratos e práticos, o problema é que os condutores abusam. Muitos compram motos com cilindradas baixas, retiram o catalizador e trocam o escapamento na esperança de deixar o veículo mais ágil, o que não ocorre efetivamente. E para o veículo fazer mais barulho, os motociclistas aceleram mais, conduzindo de forma imprudente e causando acidentes”, explicou Rodrigo Fumis, secretário adjunto de Assuntos do Transporte Coletivo.

Para conscientizar os motociclistas sobre a necessidade de não alterarem seus veículos e conduzirem de forma prudente, a Semutran irá realizar, junto com os parceiros, ações educativas, como bloqueios de trânsito e distribuição de panfletos. A ação também pretende orientar diretamente mototaxistas e motofretistas, além de empresários que contratam diretamente motociclistas para serviços de entrega.

 “Os acidentes com motos são uma preocupação para nós. O volume de pessoas acidentadas por moto em nossa cidade é alto. Na APAPE nós recebemos um grande volume de pacientes que precisam de reabilitação, principalmente de fisioterapia. E nós percebemos que a maioria desses acidentes poderia ter sido evitada se os motociclistas tivessem mais prudência ao pilotarem”, destacou Samir Zacarias, presidente da APAPE.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.