Botucatu, sábado, 19 de Outubro de 2019

Cidade / Geral
19/08/2019

Realização de eventos e shows em Botucatu será debatida em audiência pública



Atualmente os grandes eventos da Cidade acontecem em frente à Catedral Metropolitana 

 

Os interessados que estiverem presentes no encontro podem se inscrever para se manifestar sobre o assunto por até dois minutos de fala no microfone

 

Nesta terça-feira, dia 20, a partir das 18h30, acontece na Câmara Municipal de Botucatu uma audiência de interesse público para que a sociedade, de uma maneira geral, possa debater um tema que causa muita polêmica na Cidade: realização de eventos e shows.

O debate público foi sugerido por intermédio de um requerimento que leva o número 456, de autoria dos vereadores Paulo Renato Silva (PSC), José Fernandes de Oliveira Júnior (PSDB),  Antonio Vaz de Almeida - Cula (PSC) e Izaias Colino (PSDB). Evento é  aberto aos interessados e terá transmissão ao vivo pela TV Câmara.

Entre os assuntos que poderão entrar na pauta de discussão estão a criação de um Recinto de Eventos no Município, para que promoções de grande porte deixem de acontecer no centro histórico, em frente à Catedral Metropolitana de Botucatu, assim como a possibilidade da volta de rodeios na Cidade.

A Associação dos Promotores e Organizadores de Eventos de Botucatu -  APOE, através do presidente e vice-presidente,  Douglas Iglesias Mundim e Bruno João de Oliveira, respectivamente, está convidando a sociedade civil organizada para comparecer ao evento. Os interessados que estiverem presentes no encontro podem se inscrever para se manifestar sobre o assunto por até dois minutos de fala no microfone.

“Toda a população do Município de interesse turístico de Botucatu está convidada a participar do diálogo com as autoridades do Poder Legislativo, Executivo e Judiciário referente aos diversos tipos de eventos que são realizados no município, em especial sobre licenças de funcionamento, fiscalização, regulamentação dos locais públicos apropriados e padronização dos requerimentos para autorização”, diz a nota.

Ainda de acordo com a APOE, “a participação e presença da imprensa, da iniciativa privada e da população local e regional é papel fundamental para a construção de políticas públicas direcionadas para aperfeiçoar a movimentação de pessoas, circulação de dinheiro e geração de emprego através dos diversos eventos turísticos e de lazer realizados no município, organizados ou promovidos por pessoas físicas e jurídicas locais e de outras localidades”.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.