Botucatu, quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

Cidade / Geral
30/08/2019

Encontro na Unesp de Botucatu busca alavancar a cultura do lúpulo no Brasil



Ingrediente fundamental na produção de cervejas por conferir à bebida o amargor e aroma característicos com 98% da sua produção mundial consumida pela indústria cervejeira

 

Estão abertas as inscrições para o I Encontro Brasileiro de Pesquisadores e Produtores de Lúpulo (Enbralúpulo), planta conhecida popularmente como “trepadeira”,  que acontecerá nos dias 22 e 23 de novembro, na Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu/SP.

O evento tem o objetivo de estimular e consolidar o contato entre pesquisadores e produtores de lúpulo do Brasil e buscar suprir a demanda indicada por pequenos e médios produtores de lúpulo na região centro-oeste, sudeste e sul do país, visando a divulgação da cultura e a promoção do desenvolvimento rural, principalmente com vistas à agricultura familiar. A intenção é incentivar a produção nacional a suprir a demanda interna da indústria cervejeira e atender a diferentes aplicações biotecnológicas.

Ingrediente fundamental na produção de cervejas por conferir à bebida o amargor e aroma característicos, o lúpulo tem 98% da sua produção mundial consumida pela indústria cervejeira. Segundo dados da Aprolúpulo, o Brasil tem cerca de 15 mil pés de lúpulo plantados. Apenas para suprir a demanda nacional de produção de cervejas artesanais, seriam necessários 25 milhões de pés. O potencial para a cultura no Brasil, portanto, é muito grande.

Além da produção de cerveja, o lúpulo ainda tem propriedades de conservante natural, ansiolítico, bactericida, antibiótico, sendo usado ainda como auxiliar no tratamento de doenças do sono e sintomas da menopausa entre outros.

 

O evento

O Enbralúpulo está dividido em dois eventos complementares. No dia 22 acontece o I Simpósio Técnico-Científico da Cultura do Lúpulo, com enfoque na divulgação das pesquisas científicas relacionadas com o manejo e aplicações do lúpulo no Brasil, destacando-se as seguintes áreas: de Fitotecnia, Genética e Melhoramento, Bioquímica e Biotecnologia, Manejo, Irrigação e Solo, entre outros.

No dia 23 de novembro, acontece o II Seminário Técnico da Associação Brasileira de Produtores de Lúpulo (Aprolúpulo), que deve oferecer um panorama do desenvolvimento da cultura e o manejo do lúpulo no Brasil, incluindo informações sobre a legalização de viveiros, experiências em campo do lúpulo cultivado no Estado de São Paulo, bem como a demanda das indústrias cervejeiras.

O I Encontro Brasileiro de Pesquisadores e Produtores de Lúpulo é organizado pelo Grupo de Pesquisa: Lúpulo, Aplicações e Manejo (Lupam), em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Irrigação e Drenagem da Faculdade de Ciências Agronômicas de Unesp e com a Aprolúpulo.

Programação completa, normas para a submissão de trabalhos científicos, inscrições (com desconto até 15 de setembro) e mais informações em http://lupulo.fca.unesp.br/ .

Da Assessoria da FCA - imprensa.fca@unesp.br










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.