Botucatu, domingo, 20 de Outubro de 2019

Política
25/01/2019

Câmara discute com sindicato e funcionários o impasse do 13º salário da Unesp



Aconteceu dia 22, em São Paulo, um ato em reunião extraordinária do Conselho Universitário (CO), e a decisão foi pelo pagamento em duas vezes, mas a Reitoria  trata a decisão como uma 'indicação'

 

Funcionários da Unesp e uma coordenadora do Sintunesp estiveram na Câmara na manhã desta sexta-feira, 25/01, para mais uma reunião com vereadores. Eles atualizaram o Legislativo sobre a situação do não pagamento do 13º aos quase 13 mil funcionários estatutários da Universidade.

Segundo os servidores, no dia 22/01 aconteceu em São Paulo um ato expressivo em frente à reitoria da Unesp e uma reunião extraordinária do Conselho Universitário (CO), com pauta única: o pagamento do 13º salário. “A votação do colegiado máximo da instituição foi pelo pagamento em duas vezes, fevereiro e maio. Mas a Reitoria está tratando essa decisão como uma 'indicação' para ser discutida numa próxima reunião do CO”, conta Rosana Bicudo Silva, do Sintunesp.

O encontro com os vereadores reforçou o compromisso de apoio do Legislativo. “Estamos estudando o melhor encaminhamento para que o nosso posicionamento fortaleça a reivindicação dos servidores. Em nossa primeira sessão (04/02) teremos isso formatado”, diz o presidente do Legislativo, Ednei Carreira (PSB).

Também participaram da reunião os vereadores Jamila Cury Dorini e José Fernandes de Oliveira Júnior, ambos do PSDB, as funcionárias aposentadas Maria Emília Pereira e Marilisa Martin Saab e o servidor João Mendonça. A próxima reunião do CO acontece no dia 14/02. “Até lá vamos manter a mobilização. A greve continua e nosso movimento também. Estamos lutando por nossos direitos”, sacramenta Rosana Silva.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.