Botucatu, domingo, 20 de Outubro de 2019

Política
22/02/2019

Câmara Municipal presta homenagem aos policiais militares do Canil e da Rocam



Vereadores foram recebidos pela comandante do 12º BPM-I, tenente coronel Kátia Christófalo, pelo subcomandante do batalhão, major Maurício Lanhoso e pelo comandante da 1ª Companhia, capitão Kléber Oliveira

 

Na manhã desta quinta-feira, três dos membros da mesa diretora que administra os trabalhos da Câmara Municipal de Botucatu visitaram a sede da 1ª Companhia da Polícia Militar, no Altos do Paraíso, para a entrega de uma moção de congratulações a uma série de policiais. Participaram do encontro o presidente Ednei Carreira (PSB), o vice-presidente, vereador Antônio Vaz de Almeida - Cula (PSC) e a segunda secretária, vereadora Alessandra Lucchesi (PSDB).

Os três vereadores foram recebidos na base policial pela comandante do 12º Batalhão de Policia Militar do Interior (BPM-I), tenente coronel Kátia Christófalo, pelo subcomandante do batalhão, major Maurício Lanhoso e pelo comandante da 1ª Companhia, capitão Kléber Oliveira. A homenagem prestada pelos vereadores veio por meio de uma moção, que foi entregue ao Canil Setorial, para o Comando de Força Patrulha (CFP) e aos policiais da Rondas Ostensivas Com Auxílio de Motocicletas (Rocam) pela ocorrência que resultou na apreensão de drogas no Conjunto Habitacional  "Antônio Hermínio Delevedove" (Cohab IV).

Os homenageados foram os seguintes policiais:  sargento Alexandre Christófalo, responsável pelo Canil Setorial,  cabos Renato Marçal, Fábio Pereira da Rocha e Fabrício Batista; o tenente Celso Leandro de Almeida Fogaça, do Comando de Força Patrulha da Polícia Militar; e aos cabos Maurício Lofiego Leite e Heitor Rodrigues Neto, extensiva também à tenente coronel  Kátia Christófalo e ao capitão Kléber Batista de Oliveira.

A ocorrência em destaque foi registrada na Cohab IV, quando Rocam e Canil  trabalharam juntos em uma ação que resultou inicialmente na localização de uma porção de maconha e certa quantia em dinheiro e, diante dos indícios, após ação do cão Kito, que por meio do seu faro apurado, indicou a existência de entorpecente enterrado junto ao muro do terreno, constatando-se posteriormente tratar-se de um tijolo de maconha.

Além disso, o animal encontrou também uma mochila enterrada contendo dois tijolos de maconha e um tablet de crack, além de vários pinos vazios, balança de precisão e fita adesiva. No total foram apreendidos na ocorrência 2,165 kg de maconha, 0,160 kg de crack e R$ 940,00 em dinheiro.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.