Botucatu, domingo, 20 de Outubro de 2019

Política
29/06/2019

Projeto visa campanha de conscientização sobre perigos da linha chilena



De acordo com o texto da propositura, a campanha passa ser realizada, anualmente, nos meses de maio e junho com planejamento de ações educativas junto à órgãos públicos, privados, instituições educacionais e projetos sociais

 

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Botucatu desta segunda-feira (dia 1º de julho), os vereadores irão apreciar e votar o Projeto de Lei, nº 037, de 10 de junho de 2019, que institui no Município de Botucatu a “Campanha de conscientização sobre os perigos do uso da linha de pipa chilena”. Propositura é assinada por Rose Ielo (PDT), Sargento Laudo Gomes (PP) e Ednei Carreira (PSB).

De acordo com o texto do projeto a campanha passa ser realizada, anualmente, nos meses de maio e junho com planejamento de ações educativas junto à órgãos públicos, privados, instituições educacionais e projetos sociais visando orientar sobre referida problemática, bem como poderão ser firmadas parcerias com empresas particulares e concessionária de energia com o propósito de atingir os objetivos da lei.

Na justificativa os vereadores autores apontam que “é cada vez mais comum acompanhar notícias que relatam acidentes causados pelo uso do cerol em linhas de pipa. O ato constitui crime, mas isso não impede que ele ocorra, sendo que é possível, inclusive, encontrar estabelecimentos que vendem o cerol já fabricado”.

Os vereadores lembram que "o produto feito com vidro moído pode cortar metal e fiações elétrica e casos graves ocorrem também quando as linhas de pipa com esse tipo de material danificam os cabos de alta tensão, que ficam pendurados e podem eletrocutar pessoas”, e entendem que “é de extrema importância que seja feita uma campanha de conscientização e que o assunto seja tratado em escolas, diretamente com os jovens”.

 

Expo Tattoo

Também será votado na sessão ordinária o Projeto de Lei nº 043, de 18 de junho de 2019, de autoria do vereador Antônio Vaz de Almeida - Cula (PSC), que inclui no Calendário Oficial do Município o evento “Expo Tattoo Botucatu”, a ser realizado anualmente, no mês de fevereiro.

Cula explica que “o evento envolve mais de 90 profissionais de Botucatu e região e também de vários lugares do Brasil e coloca o município no mapa da cultura da Body Art, tatuagens, piercings e modificações corporais e fomenta o turismo agregando milhares de pessoas que acabam por colaborar, ainda, com a economia local movimentando restaurantes e estabelecimentos comerciais”.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.