Botucatu, quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

Regionais / Brasil
14/05/2019

Vereadores de Itatinga recuam e acatam veto sobre aumento dos próprios salários



O aumento pretendido pelos parlamentares se aproximava dos 50% e na ocasião da votação, dos 11 vereadores apenas dois se posicionaram contra o aumento

 

Durante a sessão ordinária realizada na noite desta segunda-feira (13), os vereadores da Câmara Municipal de Itatinga aprovaram o veto do prefeito João Bosco sobre o projeto de lei que reajustava os seus próprios salários, assim como o do prefeito e vice.  Sessão recebeu um grande público que acompanhou a votação.

O aumento pretendido pelos parlamentares, aprovado em plenário na segunda quinzena de abril, se aproximava dos 50%.  Dos 11 vereadores da Casa apenas dois se posicionaram contra o reajuste salarial: Fernando Barbosa (PR) e Natanael Lopes (PRB).

Propositura foi assinada pelo presidente do legislativo Newton de Jesus Polido (PSDB) e encaminhado para sanção ou veto do prefeito municipal João Bosco, que optou pelo veto. O projeto retornou à Câmara Municipal e os vereadores aceitaram, desta feita por unanimidade, acatar a decisão do prefeito.

De acordo com o projeto de lei, o salário de R$ 2,3 mil para os vereadores passaria para R$ 4 mil. Já o salário pago ao vice-prefeito e prefeito seriam reajustados em R$ 7,6 mil e R$ 15,2 mil, respectivamente.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.