Botucatu, terça-feira, 17 de Setembro de 2019

Segurança
25/03/2019

Mulher é presa em flagrante tentando levar maconha a interior de presídio



Jovem foi presa quando passava por uma revista de praxe tentando entrar naquela unidade prisional com 104,2 gramas de maconha envolvida em fita adesiva e plástico ocultas na vagina

 

Durante o horário de visita, agentes do Centro de Detenção Provisória (CDP), de Itatinga, realizaram neste domingo (24) a prisão em flagrante de uma mulher de 21 anos de idade, que acabou indiciada em crime de tráfico de entorpecentes e recolhida junto a cadeia pública de Porangaba.

Jovem foi presa quando passava por uma revista de praxe tentando entrar naquela unidade prisional com 104,2 gramas de maconha. O entorpecente estava em um invólucro envolvido em fita adesiva e plástico introduzido a vagina da indiciada. Ele pretendia entregar a droga ao marido que está preso na unidade prisional, aguardando seu julgamento.

De imediato, ela recebeu voz de prisão em flagrante e a direção do presídio acionou a Polícia Militar para que ela fosse encaminhada ao plantão permanente de Botucatu e ser apresentada ao delegado Carlos Antônio Improta Julião Filho, que ratificou a voz de prisão.

Subordinado à Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) de São Paulo, o complexo está instalado no km 228+500 metros às margens da SP-280 Rodovia Presidente Castello Branco, em Itatinga, Distrito do Lobo e foi, oficialmente, inaugurado em setembro de 2016. Desde então vários flagrantes de mulheres tentando levar entorpecente para os detentos foram registrados. 

O número de encarcerados gira em torno de 700 homens, acusados dos mais variados tipos de crimes e que aguardam julgamento. Só não são recebidos presos que cometem crimes sexuais (estupros) e por falta de pagamento de pensão alimentícia. Estes vão para Barra Bonita.

 










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.