Botucatu, sábado, 19 de Outubro de 2019

Segurança
31/08/2019

DIG está na captura de assaltantes que arrombaram Banco do Brasil da Unesp



Geraldo Franco Pires é um dos delegados que trabalha na investigação

Pelas hipóteses levantadas, preliminarmente, os marginais arquitetaram o assalto com antecedência e já teriam adentraram à agência como clientes comuns para conhecer as estruturas e funcionamento do banco

 

A equipe especializada em esclarecimento de roubos e furtos da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) sob o comando dos delegados Celso Olindo e Geraldo Franco Pires, está no encalço dos ladrões que cometeram um furto qualificado na agência do Banco do Brasil da Faculdade de Medicina da Unesp, campus de Rubião Júnior para levar R$ 30 mil.

Segundo dados contidos em boletim de ocorrência (BO) os criminosos entraram ao interior do banco após estourarem a parede do banheiro com uma marreta para chegarem até a sala onde estava o cofre com o dinheiro. Possivelmente, os criminosos usaram maçarico e pé de cabra para estourar o cofre, já que não havia resquícios de artefatos explosivos.

A Polícia Técnica Científica esteve no local para coletar dados e registrar imagens da cena do crime e elaborar o laudo pericial que poderá ajudar o setor investigativo na elucidação do crime. Marcas de sangue encontradas no local do crime sugerem que um dos marginais teria se ferido durante o furto.

Pelas hipóteses levantadas, preliminarmente, os marginais arquitetaram o assalto com antecedência. Seriam especializados na prática deste crime e teriam adentrado à agência como clientes comuns para conhecerem as estruturas e funcionamento do banco e decidir qual a melhor maneira de invadir o local. Também não está descartada a possibilidade de que esta mesma quadrilha esteja envolvida em outros crimes semelhantes cometidos na região e estão sendo investigados.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.