Botucatu, sábado, 19 de Outubro de 2019

Segurança
25/09/2019

Manifesto de policiais reformados de Botucatu pleiteia a paridade salarial



Policiais se encontram na Praça da Sé na tarde da próxima sexta-feria

Cerca de 40 manifestantes são de Botucatu que desembarcarão, inicialmente, na sede da entidade, na Barra Funda para depois rumarem ao ato, marcado, na Praça da Sé

 

Com o intuito de defender a manutenção da paridade entre os salários dos policiais militares reformados e ativos, veteranos de todos estado se encontram na Praça da Sé , em São Paulo, nesta sexta-feira (27, a partir das 15h. Unificado, o ato contará com o apoio da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Em Botucatu ônibus sairá de frente à Catedral Metropolitana, as 7h.

Cerca de 40 manifestantes são de Botucatu que desembarcarão, inicialmente, na sede da entidade, na Barra Funda. Depois, rumarão ao ato, marcado, na Praça da Sé. Só a Associação de Cabos e Soldados disponibilizou cerca de 25 ônibus para todos os municípios onde atua.

De acordo com o sócio-convocado da Área de Veteranos e Pensionistas da entidade, em Bauru, Roberto Ferreira, um discurso do governador João Dória (PSDB) provocou a manifestação. Recentemente, o político afirmou, em reunião com deputados estaduais, que ainda avaliava os impactos do reajuste salarial aos aposentados, enquanto falava sobre o aumento aos ativos.

Diante disso, entidades representativas de policiais e deputados ligados à segurança entenderam que existe a possibilidade de os reformados ficarem de fora, quando os demais, finalmente, conseguirem acréscimo.

Para Ferreira, a possível quebra da paridade implicaria na desvalorização da categoria. "Já está difícil de viver com o salário atual. Tanto que muitos veteranos tiveram de cancelar os seus planos de saúde por falta de dinheiro", complementa.

Outra reivindicação diz respeito ao aumento salarial. No decorrer da sua campanha, Dória prometeu que as polícias de São Paulo receberiam a maior remuneração do País, perdendo apenas para as do Distrito Federal.

Com G1










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.