Botucatu, domingo, 20 de Outubro de 2019

Turismo / Meio Ambiente
28/06/2019

Polícia Ambiental destrói mais de 300 gaiolas apreendidas em operações



A atividade, que já é tradicional na cidade, e contou com a participação do Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas), da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), da Unesp do câmpus de Botucatu e Prefeitura Municipal


Na manhã dessa sexta-feira, 28, como encerramento das atividades do mês do Meio Ambiente em Botucatu, foi realizada a destruição de mais de 300 gaiolas, objetos de apreensão em operações realizadas pelo 2º Pelotão da Polícia Militar Ambiental com sede regional em Botucatu, que tem no comando da tropa o tenente André Manoel da Silva.

A atividade já é tradicional na cidade e além da Polícia Ambiental, teve participação do Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas), da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), da Unesp do câmpus de Botucatu e Prefeitura Municipal, sendo acompanhada, por  cerca de 200 crianças da Escola Municipal Luiz Carlos Aranha Pacheco, que durante a última semana tiveram palestras promovidas pela Polícia Militar Ambiental e pelo Cempas.

Somente na região de Botucatu nos últimos 12 meses, foram apreendidas 334 aves silvestres, provenientes de caça e posse irregular autuados, totalizando quase R$ 400 mil em multas. A Ambiental lembra que a caça e a posse de animais silvestres sem autorização são crimes com multas que podem variar de R$ 500 a R$ 5 mil por animal

Os animais apreendidos pela Polícia Ambiental são encaminhados ao Cempas onde recebem os cuidados veterinários necessários, passam por processo de recuperação e readaptação ao meio natural, e aqueles que possuem condições são reintroduzidos na natureza.

Vale destacar que em Botucatu a Polícia Ambiental tem sua sede às margens do km 248+400 metros da SP-300 Rodovia Marechal Rondon, ao lado do antigo prédio do Departamento de Estrada de Rodagem (DER), num espaço de três mil metros quadrados, sendo 500 de área construída. Como é regional atende a 26 municípios agregando uma população estimada em 500 mil habitantes.

Também estão inseridas dentro da área de comando da Ambiental de Botucatu as três maiores represas do Estado de São Paulo: Barra Bonita, Chavantes e Jurumirim. O território alcança 15 mil quilômetros quadrados de área terrestre, 1.000 quilômetros quadrados de rios e 1.500 quilômetros quadrados de represas. Atende pelo telefone (14) 3882-6070, lembrando que o denunciante não precisa se identificar.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.