Vinícius e André salvaram a vida de Nelson (à direita)

Bauru: Vinícius e André recordam da ação que salvou vida na enchente

A ação rápida e instintiva de dois bauruenses, Vinícius Antonio de Oliveira, 18 anos, e Ademar André de Deus, 45, foram fundamentais para salvar a vida do ambulante de 68 anos, que foi arrastado pela enxurrada na quadra 8 da avenida Nações Unidas, na tarde desta quarta-feira (14), em frente ao Teatro Municipal de Bauru.

Conforme o JCNET divulgou, o comerciante Nelson Martins estava no local para vender cerveja, refrigerante e salgadinhos durante a apuração do Carnaval 2024. Ele foi surpreendido pela força das águas, como mostra o vídeo no qual é resgatado pelos dois foliões da Escola de Samba Acadêmicos da Cartola. As imagens rodaram o Brasil, sendo conferidas inclusive no Exterior.

Um dia após o episódio, o sentimento de ambos ainda era de alívio, misturado ao de alegria por tê-lo salvado. Na sequência, também comemoram o título do Carnaval 2024 pela Cartola.

“SEGUREI O QUE CONSEGUI”

O primeiro que o segurou pelo braço foi Vinícius, aluno no curso de técnico em eletrônica do Colégio Técnico Industrial (CTI) da Unesp de Bauru.  Ele conta ser cartolense desde quando ainda estava na barriga da mãe Vilma e nunca perdeu uma apuração do Carnaval de Bauru, ao lado do pai Tonhão, que também estava no local.

“Quando o vi passando por perto de mim, nem deu tempo de pensar. Foi muito rápido. Segurei o que consegui, primeiro o braço, junto com a camiseta. O importante era não deixa-lo escapar. Ele perdeu toda a mercadoria e os óculos”, comenta Vinícius.

“QUASE ESCAPOU”

Ademar André, que é representante comercial, leva Deus no nome e diz ter se sentido abençoado em estar na hora certa e no lugar certo. “Ele estava só com a cabeça para fora da água quando passou pela gente. O Vinícius o segurou pelo braço, mas não seria o suficiente porque a água estava muito forte. Eu o agarrei também pelo braço e pela perna. O meu medo ali na hora era de ele escapar entre nossas mãos. Quase escapou, inclusive, porque estava escorregadio. Gritamos por ajuda e mais pessoas vieram depois para ajudar”, recorda André.

Depois do susto, Nelson Martins disse ter perdido aproximadamente R$ 500 em mercadoria e mais cerca de R$ 500 dos óculos levados pela água. Apesar da tristeza do prejuízo, restou o alívio por estar vivo, acrescenta André.

Nelson informa ter sofrido apenas escoriações, com ralados nos joelhos. Afirma ainda que nunca se expõe quando chove ou existe risco de alagamento. Este episódio, segundo ele, foi uma exceção, porque a precipitação veio muito forte e as enxurradas, muito rápidas, não lhe dando tempo hábil para se abrigar.

“Sou cartolense, fiquei feliz de voltar a conquistar o título com a Cartola, mas nada se compara com a maior vitória do dia, que foi ter ajudado a salvar a vida do senhor Nelson”, destaca também Andre, que havia comprado duas cervejas dele cerca de 30 minutos antes.

Fonte: JCNET

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.