Botucatu ainda não terá a internet do 5G

A partir desta segunda-feira (4), Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) disponibiliza a internet 5G para mais 623 municípios no Brasil. Porém, Botucatu ainda não terá o 5G disponível para a população.

Isso porque a Câmara Municipal de Botucatu e a Prefeitura ainda não se adequaram às normas exigidas pelo Ministério das Comunicações e a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), para que o serviço entre em operação na cidade, é necessárioa aprovação da Lei das Antenas e seja feito o ajuste para distribuição e instalação das antenas pela cidade, já que o 5G exige até 10 vezes mais antenas que o 4G.

” A Lei das Antenas é pré-requisito para a chegada da internet 5G em cada cidade. Assim, mesmo havendo liberação da nova tecnologia, a cidade não irá receber o sinal. Sem a adequação da Lei das Antenas, pelas Câmaras Municipais, a tecnologia não pode ser disponibilizada”, informou Jorge Lima Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo.

Jorge Lima já esteve em Botucatu e veio pessoalmente para tratar dessa adequação da cidade. Na ocasião ele fez uma palestra no auditório do Parque Tecnológico no dia 06 de agosto de 2023.

O evento reuniu empresários da região de Botucatu, da Cuesta e lideranças políticas. Inclusive, alguns vereadores estavam presentes na ocasião. O evento intitulado “Coalizão Botucatu” foi organizado pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, o CIESP. Tema extremamente importante para as indústrias do pólo industrial de Botucatu; pois melhorias na tecnologia da cidade fomenta o aumento de tecnologia e geração de emprego para a população.

No entanto, Jorge Lima em vários momentos de sua palestra, naquele encontro, chamou a atenção para que Botucatu fizesse essa adequação com relação a aprovaçãoda Lei das Antenas:
É preciso que os municípios atualizem a chamada esta lei, para que as operadoras saibam onde os novos equipamentos podem ser instalados e invistam na infraestrutura do 5G“. E ainda acrescentou: “Algumas cidades saíram na frente e já concluíram esse processo. Porém nas demais, o ideal é que as alterações sejam feitas o quanto antes“, enfatizou Jorge Leite.

Ele ainda informou que a ANATEL disponibilizou, em suas plataformas, acessível para todas as cidades do país, um modelo para projeto de lei sobre as antenas para que cada Câmara Municipal fizesse suas adequações, facilitando o trabalho dos vereadores.

Mas, em Botucatu, até o momento, os vereadores não discutiram o tema do 5G, como informou Lelo Pagani, vereador pelo partido PSDB, à redação do Alpha Notícias.

A tecnologia do 5G chegou no Brasil, em 6 de julho de 2022. Brasília, foi a primeira cidade do país a receber a rede. Já a cidade de São Paulo, conseguiu receber o sinal a partir 04 de agosto de 2022.

No fim do ano passado, 61 municípios paulistas contavam com leis atualizadas. Hoje, já são 234, como apontam dados da InvestSP, agência de promoção de investimentos vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Confira abaixo, a lista das cidades de São Paulo que já tem 5G disponível para a população.

Cidades com leis atualizadas para internet 5G em São Paulo:

Adolfo Iacanga Parisi
Águas de Lindóia Ibirarema Paulistânia
Águas de Santa Bárbara Ibitinga Pederneiras
Águas de São Pedro Ibiúna Pedreira
Agudos Igarapava Pedro de Toledo
Americana Indaiatuba Penápolis
Amparo Iporanga Peruíbe
Araçatuba Ipuã Pilar do Sul
Araraquara Itaberá Pindamonhangaba
Araras Itapeva Piracicaba
Artur Nogueira Itapira Piraju
Atibaia Itápolis Piratininga
Auriflama Itaquaquecetuba Pontes Gestal
Avaí Itu Potirendaba
Balbinos Jacareí Praia Grande
Barretos Jaguariúna Presidente Epitácio
Barueri Jales Presidente Prudente
Bauru Jardinópolis Promissão
Boituva Jaú Quatá
Boracéia Jumirim Registro
Bragança Paulista Junqueirópolis Ribeirão Grande
Braúna Limeira Ribeirão Pires
Brotas Lindóia Ribeirão Preto
Cajamar Luiz Antônio Rio Claro
Cajobi Macatuba Salto
Campos Novos Paulista Magda Salto Grande
Carapicuíba Maracaí Santo André
Catiguá Marinópolis Santo Antônio de Posse
Colina Martinópolis São Bernardo do Campo
Cordeirópolis Matão São Caetano do Sul
Corumbataí Mauá São José dos Campos
Cruzeiro Meridiano São Miguel Arcanjo
Dirce Reis Mira Estrela São Paulo
Duartina Mirassol São Roque
Espírito Santo do Turvo Mirassolândia São Vicente
Fernão Mogi das Cruzes Sebastianópolis do Sul
Ferraz de Vasconcelos Mogi Guaçu Serra Negra
Flórida Paulista Mogi Mirim Socorro
Florínea Monte Alegre do Sul Sorocaba
Franca Monte Azul Paulista Suzano
Francisco Morato Morro Agudo Tarumã
Franco da Rocha Nipoã Três Fronteiras
Gália Nova Odessa Tuiuti
Garça Novais Tupã
Gavião Peixoto Novo Horizonte Ubatuba
Guaimbê Óleo Ubirajara
Guapiaçu Olímpia Uru
Guará Orindiúva Vinhedo
Guarantã Osasco Viradouro
Guarujá Paraguaçu Paulista Zacarias
Guarulhos Paraibuna
Holambra Paranapuã

“A atualização é necessária para que as operadoras de telecomunicações invistam na infraestrutura da rede. O 5G terá impacto direto na atração de empresas para cada vidade, com geração de emprego e renda. Sem falar em todo o avanço que a tecnologia trará para áreas como saúde, educação, segurança e mobilidade. Por isso, vamos ampliar nossa atuação e, além da atualização das leis das antenas, acelerar a troca das parabólicas”, diz o presidente da InvestSP, Rui Gomes.

E se Botucatu pretende implantar o projeto “Cidade Inteligente”, vai ter a necessidade da implantação imediata para a instalação do 5G. Esse processo já está atrasado se comparado com outras cidades do estado.

A reportagem do Alpha Notícias entrou em contato com Secretário de Desenvolvimento Econômico Relações, Institucionais e Trabalho, Junot de Lara Carvalho, para obter informação de quando será feita essas adequações da Lei das Antenas em Botucatu. No entanto, ele informou que: “Ainda não foi estabelecida a discussão com a Câmara Municipal.”

 

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.