Últimas Notícias

Câmara aprova três projetos na sessão de ontem, 23

Em quase três horas e meia de trabalhos legislativos os vereadores da Câmara Municipal de Botucatu aprovaram na noite desta segunda-feira, 22/02, três dos quatro projetos que estavam em pauta nas sessões Ordinária e Extraordinária.

Depois de uma questão de ordem levantada pela vereadora Rose Ielo (PDT) e o pedido de suspensão dos trabalhos da vereadora Alessandra Lucchesi (PSDB), o PL 6/2021, que abriu os trabalhos da Ordem do Dia da Ordinária, acabou não sendo votado. De iniciativa do prefeito, o projeto que trata da denominação do Centro de Educação “Canal Comunitário da Cidade de Botucatu” sofreu pedido de vistas do vereador Lelo Pagani (PSDB) e volta à pauta na próxima segunda-feira. Já com a aprovação do outro projeto da Ordinária, o PL 5/2021, de autoria do vereador Palhinha (DEM), fica declarada de Utilidade Pública a “Associação Sagrado Coração de Jesus”.

Expediente da Sessão
Na sessão de 22/02 o plenário aprovou ainda: 2 votos de pesar, 18 requerimentos, 3 moções e 14 indicações e o vereador Lelo Pagani (PSDB) usou o tempo no Pequeno Expediente para comentar algumas de suas matérias apresentadas. No Grande Expediente, os vereadores Cláudia Gabriel (DEM), Marcelo Sleiman (DEM), Érika da Liga do Bem (REPUBLICANOS), Sargento Laudo (PSDB) e Palhinha (DEM) se pronunciaram sobre temas gerais.
A Sessão Ordinária teve ainda a fala de Henrique Mochida Takase, do Rotary Club de Botucatu Cuesta, na Tribuna Livre. Em comemoração aos 116 anos do Rotary Internacional, ele destacou um pouco da história, os gestos humanitários, a liderança e o “servir” de jovens e adultos e apresentou algumas atividades desenvolvidas pelo clube em Botucatu.
Ao final dos trabalhos ordinários o plenário acompanhou a “explicação pessoal” do vereador Abelardo (REPUBLICANOS) sobre declarações referentes à saúde no município.

Sessão Extraordinária
Realizada na sequência da Sessão Ordinária, por volta das 23h00, a Extraordinária tinha dois projetos em pauta, que foram aprovados por unanimidade. São eles: 1) Projeto de Lei 4/2021, que autorizou o município a subsidiar até 25 centavos da tarifa por passageiro do Sistema de Transporte Coletivo Urbano e prorrogou o prazo de concessão desse subsídio por mais 18 dezoito meses a partir de março desse ano; e 2) Projeto de Lei 5/2021, que autorizou a prefeitura a celebrar convênio com o estado de São Paulo para a transferência de recursos destinados à contratação de serviços de castração para 500 cães e 500 gatos.
A íntegra dos trabalhos legislativos pode ser assistida em reprise na TV Câmara Botucatu ou acessada Youtube da Câmara.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Nova abordagem da GCM acaba em prisão por Tráfico na Vila Jardim

No final da noite de ontem (14) a equipe do GAPE (Grupo de Ações Preventivas Especiais) durante patrulhamento preventivo comunitário ...