CEO da Infinitus fala com exclusividade sobre o sucesso da sua administração

   Manuel Fernandes é de nacionalidade portuguesa tendo chegado no Brasil em 2003. Fernandes atua desde 2010 na área cultural e aceitou neste mesmo ano, o convite da Opus Produções para gerenciar o Teatro Bradesco, um dos empreendimentos teatrais mais reconhecidos e premiados da cidade de São Paulo. O modelo de negócio criado durante sua gestão foi replicado em mais nove teatros do mesmo grupo e foi assim que em 2015, o empresário fundou o Grupo Infinitus. Nos anos que se seguiram, prestou consultoria para o Theatro Net São Paulo, Net Rio, Teatro Bangu, Terra da Garoa e, mais recentemente, na gestão do megaempreendimento Teatro Santander. Manuel Fernandes é, atualmente, o responsável pela gestão do Teatro Liberdade, um dos maiores teatros de rua da cidade de São Paulo.

Para falar sobre sua gestão de sucesso a frente da produção cultural, de teatros de destaques em todo o país e enquanto CEO do Grupo Infinitus, que eu entrevistei com exclusividade, Manuel Fernandes.

 

Como é a sensação de já ter trabalhado na administração e na produção cultural e, agora, assumir a gestão um dos maiores teatros de rua que é o “Teatro Liberdade”?

 

   R:   Tem toda uma trajetória até aqui, existe neste caminho, quase 20 anos, na administração de hotéis em grandes redes hoteleiras internacionais, como Intercontinental em Londres e, 8 anos na “Brasileira Blue Tree Hotéis”. Em 2010 fui convidado por uma grande  administradora no Brasil para juntos criarmos um modelo de gestão para teatros e espaços culturais. Na verdade, desenvolver um olhar mais empresarial, importar da hotelaria o conceito de gestão, processos, procedimentos, serviços, planejamento, business, e,  trazer um olhar que fortalecesse  o teatro e os  espaços culturais como um negócio autossuficiente e, que através da qualidade de gestão, relacionamento, qualidade  de serviços e seus conteúdos, atraísse o interesse de investidores, produtores artistas, patrocinadores etc.

– Nunca perdendo de vista a responsabilidade social, o foco em resultado e na valorização dos empreendimentos. Esse modelo foi pioneiro no Brasil e me sinto muito feliz por desenvolver esse projeto inovador.

–  Tudo isso deu tão certo que foi aplicado, no Teatro Bradesco em São Paulo, o qual administrei por 4 anos de 2010 a 2014. O mesmo modelo foi implantado em mais 9 unidades culturais no Brasil.

–  Em 2016 assumi a finalização de obra, implantação, inauguração e gestão do Teatro Santander. Todas as casas mencionadas são casas de sucesso até hoje.

– Entre muitas outras consultorias e produções, apareceu em 2018 o Teatro Liberdade, um cinema de 1954 (Cine Tokio) completamente degradado onde os proprietários do imóvel procuravam uma consultoria e administradora para transformar o espaço no atual e magnífico Teatro Liberdade.

– De fato, hoje mesmo após todos os contratempos da Pandemia o mercado, economia, etc, o Teatro Liberdade é o segundo maior teatro de rua em São Paulo, líder de qualidade e diversidade de conteúdo. Dizemos que somos “ecléticos, mas sempre premium”, pois nossa programação,  resultado e sucesso falam por si só.

 

Quais os principais desafios na gestão de um teatro?

 

R: A gestão de um teatro é diferente de qualquer outro negócio, pois não conseguimos ser 100% business, teatro e espaços culturais em geral também é muita emoção, muito sonho, muita arte e muita criação. Acho que o maior desafio é sincronizar pessoas com a necessidade de olhar para a gestão como um business.

 

Como surgiu e como é ser o CEO do Grupo Infinitus. Qual o segredo do sucesso?

 

    R:  Sou Proprietário, CEO e fundador do Grupo Infinitus.  Tudo isto surgiu da vontade de mover ideias e criar emoções, trazer ao mercado uma alternativa de gestão inovadora, uma visão ampliada do conceito para o mercado de entretenimento. Por isso nosso lema é: “One Life, Full of Moments”. Sentimos a cada produção que preenchemos a vida das pessoas com emoção e qualidade. Sabemos que, quando colocamos um empreendimento como um dos principais players de mercado neste segmento nosso trabalho está no caminho certo.

 

Como funciona os bastidores de um teatro?

 

R:  Os bastidores de um teatro, ou seja, um teatro com estrutura profissional, conta com departamentos como uma empresa, RH, planejamento orçamentário, financeiro, contabilidade, planejamento antecipado, marketing, comunicação, bilheteria, operação, produção e manutenção.

– Tudo tem que obedecer a um rígido planejamento e sincronização, mesmo sabendo que nosso negócio, (venda de ingressos) depende de infinitas variáveis e, é sempre um risco. Logicamente que com nossos estudos de mercado, estudos sobre conteúdo e nossa experiência buscamos minimizar erros de cálculo e assim correr riscos calculados.

 

Como nasceu o seu interesse em ser gestor e produtor teatral?

 

R: Como falei anteriormente,  tudo “nasceu da vontade de mover ideias e criar emoções” trazer ao mercado uma alternativa de gestão inovadora. E, depois de juntar todos os elementos estamos verificando que a receita deu certo.

 

Qual a sua avaliação sobre o desempenho do segmento cultural pós-pandemia?

 

R: No segmento cultural se notou desde final de 2022,  um grande crescimento na área cultural e, na área de eventos corporativos, os quais também contribuem com uma parcela importante nas receitas financeiras dos espaços culturais. Aliás, em muitos casos são os eventos corporativos um percentual maior que bilheteria. Sem dúvida que o mercado voltou em sua quase totalidade, mas na maioria das empresas ainda existe uma cicatriz para curar na questão financeira, pois a  pandemia causou danos profundos em nosso setor.

–  No entanto, olho com muito otimismo o mercado de entretenimento e os indicadores de crescimento.

 

 

 

Que conselho você dá para quem deseja empreender no segmento cultural?

 

 R: Eu diria que não podemos querer empreender e ir em busca de algo para empreender.  Nunca funciona assim eu acho. Acredito no inverso, tem que existir algo, pode ser um sonho, mas que se torne físico através de um projeto que se transforme em  realidade através da execução. O empreendedor tem que saber e estar preparado para o caminho desde o sonho até o resultado. No início é um caminho com muitas dificuldades, mas vale a pena, pois o que fazemos é grandioso. E muda a vida das pessoas para melhor.

 

Como as pessoas podem fazer para conhecer os seus trabalhos? Site, Instagram?

 

Teatro Liberdade:  www.teatroliberdade.com.br

Infinitus:  www.infinitus.com.br

Instagram: @teatroliberdadesp

 

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.