Home > Coluna Sandra Bertotti > Como ter inteligência financeira?

Como ter inteligência financeira?

O que é inteligência financeira para você?

Saber lidar com o ”dinheiro” que é colocado em nossas mãos, nem sempre é tarefa fácil quando ”não definimos o seu devido lugar” em nossas vidas, e isso pode trazer males incontáveis ao longo do tempo, rompendo laços familiares, desequilíbrio emocional e pessoal, consumismo, dívidas, perdas e danos muitas vezes quase irreparáveis.

1 – NÃO AME O DINHEIRO, APENAS APRENDA A ADMINISTRA-LO!

Em 1 Tm 6:10, lemos: ”pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos”. Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e busque a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão”.

Saber olhar para o dinheiro apenas como uma ferramenta que possibilita você de realizar propósitos e objetivos durante sua vida, é fundamental para que você mantenha seus ”princípios e valores internos” diante do que realmente é importante em sua vida.

Pessoas que ”amam” o dinheiro, fazem dele aos poucos ”um deus”, e senhor de suas vidas, tornando seu coração cada vez mais duro, altivo e orgulhoso, esquecendo-se de que Deus é quem nos dá tudo o que temos e somos, porque Ele age por nós e através de nós o tempo todo. E quando o ”amor ao dinheiro” se estabelece em nossos corações, passamos a achar que ”tudo é resultado de nossos esforços” e que ”as coisas acontecem para quem corre atrás”, se esquecendo de que ”a sua energia, saúde, capacidade, oportunidades, influências, momento e demais circunstâncias, estão sempre no controle das mãos de Deus, o tempo todo e é Ele quem efetua em nós o ”querer e o realizar” segundo seu ”propósito”.

2 – ENTENDA O QUE DEUS CONFIOU EM SUAS MÃOS

Para tudo o que vivemos, existem propósitos definidos previamente por Deus. Nem sempre temos consciência total disso, mas Deus está preparando e construindo algo em sua vida, como uma obra linda que sempre terá passos de crescimento e evolução. Pense em quais são as suas habilidades, seus dons e talentos, seus desejos e sonhos, a profissão que você exerce e ”para que” você faz o que faz, ”quem são” as pessoas beneficiadas por seu trabalho e ”quantos frutos” podem vir de suas mãos na vida das pessoas ao seu redor.

Você terá recursos suficientes de acordo com os propósitos que estiverem nas suas mãos!

E para isso, Deus sempre vai dar ”experiências” a você, como pequenas provas para saber se você está pronto para administrar recursos maiores, ou se você irá negligenciar aos pedidos do Pai e as coisas que está fazendo para a sua obra. ”Se fiel no pouco e sob o muito te colocarei” (Mt 25:21).

Ter muito ou pouco recursos, não é a principal questão. A principal questão é ”como você administrar o ”pouco” ou o ”muito” que está em suas mãos? Se você souber administrar o pouco (2 talentos), no muito Deus te colocará (aumentará seus talentos gradualmente), conforme seu crescimento e administração para o mesmo. Mas se você negligenciar, agir sem disciplina e cuidado, esbanjando o que Deus confiou em suas mãos, a tendência é que aos poucos, você acabe ”perdendo” os recursos que lhe foram confiados.

Então, um trabalho simples ou complexo, estagnado ou de crescimento linear, dependerá de como você administra, e quanto mais você sabe usar a ”ferramenta” que é o dinheiro, sem se ”contaminar” com o mesmo, para uso próprio, ao invés de uso para um propósito maior, conforme a vontade de Deus para sua vida.

3 – USO DO DINHEIRO

Podemos ter muito ou pouco e ”amar” o dinheiro e acabar em ruínas, ou podemos ter ”muito ou pouco” e usar o dinheiro sem amá-lo, conforme os propósitos que Deus definir.

Quais são os propósitos que Deus já pediu que você realizasse?

Você vive para pagar as contas ou tem sonhos e projetos que gostaria de colocar em prática?

Então, vamos entender que para cada um de nós, Deus tem planos e propósitos diferentes.

NA VIDA PESSOAL

Todos nós, podemos ter uma vida digna, estável, confortável, tendo o necessário para viver com qualidade de vida e suprir as necessidades principais como seres humanos. E para isso, é preciso entender que Deus age de duas formas atuantes em nossa vida:

1 – Por providência: quando precisamos, Ele sempre mandará ajuda e recursos necessários para não passarmos necessidades. Assim vemos no texto: ”Nunca vi o justo mendigar o pão” (Sl 37:6), e também vemos que Deus deu o ”maná de cada dia” para o povo no deserto, nem a mais e nem a menos, mas o suficiente para que eles se alimentassem.

2 – Por colheita: quando obedecemos a um chamado, ou buscamos realizar projetos e empreendimentos que tenham um propósito definido, ou até mesmo conquistas pessoais como viagens, imóveis e bens de consumo. Contanto que essas conquistas, não sejam o ”senhor de nossas vidas”, serão bençãos permitidas e dadas por Deus à nós, e não ”corrompam” nossos corações, porque quando ”buscamos o reino de Deus e a sua justiça em nossas vidas, as demais coisas nos serão acrescentadas”. Então, quando focamos nos finos manjares que a presença de Deus nos proporciona, nós amamos a Deus, ao invés das ”riquezas”, mesmo que trabalhemos para obtê-las, conforme propósitos definidos.

”Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão, e o vosso suor, naquilo que não satisfaz? Ouvi-me atentamente, comei o que é bom e vos deleitareis com finos manjares” (Is 55: 2).

Depois que o povo entrou na terra prometida, Deus parou de mandar o ”maná de cada dia”, porque naquele momento, era uma época do povo ”agir”, e pelas suas próprias forças, buscar trabalhar, plantar, colher, vender, fazer, realizar e melhorar a cada dia.

NOS PROJETOS DE VIDA

Inteligência financeira é o ”estudo sobre como obter, aumentar e manter o dinheiro que está sendo administrado por você ao longo de sua jornada.

Primeiramente, é preciso entender que Deus nos dá propósitos para o uso do dinheiro em nossas vidas, e não a livre permissão de ”usarmos o dinheiro para nossos vãos prazeres”.

Então, antes de continuarmos nossa leitura, reflita sobre ”o que Deus quer confiar em suas mãos” para que você saiba exatamente o que é seu, sem olhar para o dinheiro que está nas mãos de outras pessoas! Cada um de nós tem ”talentos” entregues por Deus em nossas mãos, e você também pode ”pedir” novos talentos a Deus, depois que souber administrar os que já estão em suas mãos! Então, não queira obter ”resultados” dos talentos dos outros, queira desenvolver os ”seus próprios talentos” que já foram dados por Deus e estão em suas mãos!

Na parábola dos talentos, vemos claramente que, as pessoas que sabiam ”administrar” o dinheiro dado pelo senhor das terras, foram considerados ”servos bons e fiéis”, e à eles, mais foi entregue, porque administraram de forma correta o que estava em suas mãos.

Então, ter ”inteligência financeira” é começar a entender cada vez mais, como é a melhor forma de administrar os recursos e bens que Deus confiou a cada um de nós, sabendo que se não o fizermos, até o pouco que temos, correremos o risco de perder.

A Parábola dos Talentos

Em Mateus 25: 14-30 lemos a ”Parábola dos Talentos”: “E também será como um homem que, ao sair de viagem, chamou seus servos e confiou-lhes os seus bens. A um deu cinco talentos, a outro dois, e a outro um; a cada um de acordo com a sua capacidade. Em seguida partiu de viagem. O que havia recebido cinco talentos saiu imediatamente, aplicou-os, e ganhou mais cinco. Também o que tinha dois talentos ganhou mais dois. Mas o que tinha recebido um talento saiu, cavou um buraco no chão e escondeu o dinheiro do seu senhor. “Depois de muito tempo o senhor daqueles servos voltou e acertou contas com eles. O que tinha recebido cinco talentos trouxe os outros cinco e disse: ‘O senhor me confiou cinco talentos; veja, eu ganhei mais cinco’. “O senhor respondeu: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco, eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu senhor!’ “Veio também o que tinha recebido dois talentos e disse: ‘O senhor me confiou dois talentos; veja, eu ganhei mais dois’. “O senhor respondeu: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco, eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu senhor!’ “Por fim veio o que tinha recebido um talento e disse: ‘Eu sabia que o senhor é um homem severo, que colhe onde não plantou e junta onde não semeou. Por isso, tive medo, saí e escondi o seu talento no chão. Veja, aqui está o que lhe pertence’. “O senhor respondeu: ‘Servo mau e negligente! Você sabia que eu colho onde não plantei e junto onde não semeei? Então você devia ter confiado o meu dinheiro aos banqueiros, para que, quando eu voltasse, o recebesse de volta com juros.“‘Tirem o talento dele e entreguem-no ao que tem dez. Pois a quem tem, mais será dado, e terá em grande quantidade. Mas a quem não tem, até o que tem lhe será tirado.  E lancem fora o servo inútil, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes’.

4 – CONCEITOS E REGRAS FUNDAMENTAIS

Primeiramente, vamos entender alguns textos bíblicos sobre algumas ”regras” referentes ao uso ideal do dinheiro:

RECONHEÇA QUE DEUS É QUEM DÁ CONDIÇÕES PARA QUE VOCÊ OBTENHA RIQUEZAS: ”Não digas, pois, no teu coração: A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estar riquezas. Antes, te lembrarás do Senhor, teu Deus, porque é ele que te dá força para adquirires riquezas; para confirmar a sua aliança, que sob juramento, prometeu a teus pais, como hoje se vê” (Dt 8:17 -18).

RECONHEÇA QUE DEUS É QUEM ENTREGA OS TRABALHOS NAS SUAS MÃOS: ”O homem não pode receber coisa alguma, se dos céus não lhe for dado” (Jo 3:27).

ALINHE SEUS SONHOS E OBJETIVOS E PEÇA-OS A DEUS: ”Pedi e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo que pede recebe; e o que busca, encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á” Mateus 7:7 e 8

ACREDITE 100% NO QUE VOCÊ PEDIU SEM DUVIDAR: ”E tudo quanto pedirdes em oração, crendo recebereis”. Mateus 21:22 ”Peça-a porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma cousa; homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos.” Tiago 1:6 ”Então disse Jesus ao Centurião: Vai-te e seja feito conforme a tua fé. E naquela mesma hora, o servo foi curado”. Mateus 8:13

ESTEJA EM MOVIMENTO E TRABALHE PARA MERECER SEUS RESULTADOS: ”O que lavra a sua terra, virá a fartar-se de pão, mas o que se ajunta a vadios, se fartará de pobreza” Provérbios 28:19 ”Quem somente observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará. Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as cousas. Semeia pela manhã a tua semente e à tarde não repouses a mão, porque não sabes qual prosperará; se esta, se aquela ou se ambas igualmente serão boas”. Eclesiastes 11:4 a 6

ENTENDA QUE NADA É FÁCIL NESSA VIDA, MAS TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRÊ! ”No suor do rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, pois dela foste formado, porque tu és pó e ao pó tornarás”. Gênesis 3:19

QUANTO MAIS VOCÊ SE EMPENHAR E FAZER, MAIOR SERÁ SUA COLHEITA: ”Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos e sê sábio. Não tendo ela chefe, nem oficial, nem comandante, no estio, prepara o seu pão, na sega, ajunta seu mantimento. Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás o teu sono? Um pouco para dormir, um pouco para tosquenejar (cochilar), um pouco para encruzar os braços em repouso, assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado”. Provérbios 6:6 a 11

DEFINA SEMPRE O PROPÓSITO E O LIMITE DO ”POR QUE VOCÊ QUER OBTER ESSE DINHEIRO”, SABENDO QUE SEM DEFINIÇÃO DE LIMITES, NADA NUNCA SERÁ O SUFICIENTE. ”Quem ama o dinheiro, jamais dele se farta, e quem ama a abundância nunca se farta da renda; também isto é vaidade”. Eclesiastes 5:10

TENHA DISCIPLINA, SABENDO QUE DEUS VÊ VOCÊ E CONSIDERA SUAS VEREDAS: ”Porque os caminhos do homem estão perante os olhos do Senhor, e ele considera todas as suas veredas. Quanto ao perverso, as suas iniquidades o prenderão, e com as cordas do seu pecado será detido. Ele morrerá pela falta de disciplina, e pela sua muita loucura, perdido, cambaleia”. Provérbios 5:21 a 23

ESTÁ CONSTRUINDO UMA CARREIRA OU EMPREENDENDO? CONSTRUA ALGO CONSOLIDADO, MANTENDO SUA INTEGRIDADE E QUALIDADE DE ENTREGA. ”O homem fiel será acumulado de bençãos, mas o que se apressa a enriquecer não passará sem castigo”. Provérbios 28:20

SAIBA CLARAMENTE QUEM SÃO SEUS CLIENTES, PARCEIROS E EM QUAIS EMPRESAS VOCÊ DEVE TRABALHAR. NEM TODO LUGAR É PARA VOCÊ, NEM TODA PARCEIRA É BOA, NEM TODO CLIENTE É SEU. ”Vês um homem perito na sua obra? Perante reis será posto; não entre a plebe”. Provérbios 22:29 E ”Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis antes os porcos as vossas pérolas, para que não as pisem com os pés e, voltando-se, vos dilacerem”. Mateus 7:6

CUIDADO COM O QUE VOCÊ FALA, ”MESMO SENDO BRINCADEIRA”, PORQUE DEUS PODE ATENDER SUA ORAÇÃO (INCLUSIVE CONSOLIDAR CONDIÇÕES PÉSSIMAS QUE VOCÊ ACHA QUE ESTÁ ”APENAS DESABAFANDO”): ”O que proferiram os teus lábios, isso guardarás e o farás, porque votaste livremente ao Senhor, teu Deus, o que falaste com a tua boca”. Deuteronômio 23:23

USE O SUFICIENTE: ”Quando entrares na vinha do teu próximo, comerás uvas segundo o teu desejo, até te fartares, porém, não as levarás no cesto. Quando entrares na seara do teu próximo, com as mãos arrancarás as espigas, porém na seara não meterás a foice” Deuteronômio 23:25

TRATE OS OUTROS COMO GOSTARIA QUE TRATASSEM VOCÊ: ”Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles; porque esta é a lei e os profetas” Mateus 7:12

AJUDE A QUEM MAIS PRECISA: ”Não perverterás o direito do estrangeiro e do órfão; nem tomarás em penhor a roupa da viúva. Lembrar-te-ás que foste escravo no Egito e de que o Senhor te livrou dali; pelo que te ordeno que faças isso. Quando, no teu campo, segares a messe e, nele esqueceres um feixe de espigas, não voltarás a toma-lo; para o estrangeiro, para o órfão e para a viúva será; para que o Senhor, teu Deus, te abençoe em toda obradas tuas mãos”. Deuteronômio 24:19

NÃO ABRA MÃO DOS SEUS VALORES: ”Parcialidade no julgar não é bom. O que disser ao perverso: Tu és justo; pelo povo será maldito e detestado pelas nações. mas os que o repreenderem se acharão bem, e sobre eles virão grandes bençãos” Provérbios 24:23b e 24”Não roubes ao pobre, porque é pobre, nem oprimas em juízo ao aflito, porque o Senhor defenderá a causa deles e tirará a vida aos que os despojam”. Provérbios 22:23

COBRE SEU PREÇO JUSTO, DE ACORDO COM A SUA JUSTA ENTREGA: ”Na tua bolsa, não terás pesos diversos, um grande e um pequeno. Na tua casa, não terás duas sortes de efa, um grande e um pequeno. Terás peso integral e justo, efa integral e justo; para que se prolonguem os teus dias na terra que te dá o Senhor, teu Deus. Porque é abominação ao Senhor, teu Deus, todo aquele que pratica tal injustiça”. Deuteronômio 25:13 a 16.

TENHA BONS AMIGOS E HÁBITOS: ”Não te associes com o iracundo, nem andes com o homem colérico, para que não aprendas as suas veredas e, assim, enlaces a tua alma”. Provérbios 22:24. ”Não esteja entre os que se comprometem e ficam por fiadores de dívidas, pois, se não tens com que pagar, porque arriscar a cama de debaixo de ti?” Provérbios 22:26

ENTREGUE A DEUS AS PRIMÍCIAS DA TUA RENDA, ENTREGANDO DÍZIMO 10% E OFERTAS): ”Tomarás as primícias de todos os frutos do solo que recolheres da terra que te dá o Senhor, teu Deus e as porás num cesto, e irás ao lugar que o Senhor, teu Deus, escolher para ali fazer deste. Então as porás perante o Senhor, teu Deus e te prostrarás perante ele. Alegrar-se-ás por todo o bem que o Senhor, teu Deus, te tem dado a ti e a tua casa, tu, e o levita, e o estrangeiro que está no meio de ti” Deuteronômio 26; 2, 10 e 11.

FAÇA TUDO DE CORAÇÃO, RECONHECENDO QUE DEUS É QUEM NOS ABENÇOA, ENTREGANDO OPORTUNIDADES EM NOSSAS MÃOS PARA ADMINISTRARMOS POR ELE: ”Hoje, o Senhor, teu Deus, te manda cumprir estes estatutos e juízos; guarda-os, pois, e cumpre-os de todo o teu coração e de toda a tua alma” Deuteronômio 26:16. ”Se guardares o mandamento que hoje te ordeno, que ames o Senhor, teu Deus, andes nos seus caminhos, guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, então, viverás e te multiplicarás, e o Senhor, teu Deus, te abençoará na terra a qual passas para possuí-la” Dt 30:16

5 – HÁBITOS E COMPORTAMENTOS SAUDÁVEIS

  • Faça sempre um levantamento dos gastos e rendimentos para saber ”onde” e ”como” você está gastando e alinhe seu padrão de vida com seus gastos. Não podemos gerenciar algo que não seja mensurável, então, anote todos os gastos (fixos e variáveis) para que seja possível você saber exatamente onde está usando e gastando seu dinheiro, e assim, terá a chance de melhorar suas finanças e melhorar a cada dia.
  • Não gaste mais do que você ganha! Pense se o que você quer é um ”desejo” ou uma ”necessidade”. Busque economizar no que é necessário sem se colocar em dívidas.
  • Priorize pagamentos à vista, se planejando para comprar bens de consumo. Lembre-se, ”comprar por impulso é suprir alguma carência emocional” e quando isso acontece, é preciso ”encarar as carências” de uma vez, para não desviarmos do foco.
  • Pense sempre em aumentar suas rendas, antes de acrescentar novos gastos! Já existem estudos que nós podemos trabalhar com 100 habilidades diferentes, então, mesmo que você tenha um emprego fixo ou empreenda em algumas áreas, sempre é possível ampliar seus negócios ou ter uma renda extra, para aumentar o faturamento mensal.
  • Pense em ajustar as porcentagens do seu uso do dinheiro, considerando o seu padrão de vida atual, e não o uso desequilibrado de dinheiro para ”se manter” em padrões sociais, que podem te colocar em dívidas, então, pense sempre em ”prioridades”.
  • Não importa quanto você ganha, importa ”como” você gasta e administra!
  • Dê o dízimo e ofertas, aplicando os conselhos dados por Deus em sua palavra!
  • Ajude a quem precisa, sempre com equilíbrio para não se colocar em risco!
  • Obtenha o dinheiro de forma honesta, íntegra e justa! Nunca trabalhe a qualquer custo, e nem negocie seus valores pessoais por um trabalho que desagrade a Deus. Se você precisa de um trabalho novo, peça a Deus com fé, Ele honrará seu coração!
  • Aumente seus rendimentos, e não os guarde para si! Saiba onde empreender, como ajudar pessoas, como colocar seu dinheiro para ter rendimentos, como o ”servo bom e fiel e que aumentou as rendas do patrão”
  • Tenha sabedoria e disciplina! Quer manter os desejos de ”restaurantes, compras, consumos em geral?” Diminua a quantidade dos mesmos! Diminuir padrão de vida, não necessariamente significa se privar de coisas que você goste, mas pense em administrar tudo de uma forma geral, equilibrada, a curto, médio e longo prazo!
  • Mantenha suas rendas! Pense no que você conseguiu com o suor do seu rosto, equilibre o uso e gasto conforme suas necessidades e o que Deus pede a você que ajude aos outros e empreenda para propósitos definidos por Deus em sua vida, mas saiba manter as bençãos de Deus em suas mãos! Então, tenha disciplina! Busque continuidade de suas atividades, melhore sempre as funções que você tem mais dificuldade, foque sempre em ampliar as funções que dão resultados melhores, entenda que renúncias fazem parte dessa construção e ”regalias e excessos” resultam em perdas, mas disciplina e uso do dinheiro priorizando o reino de Deus e a sua justiça, resultarão em bençãos consolidadas por Deus para você.

Enfim, ter inteligência financeira, é saber o ”por que” você está recebendo esse dinheiro, ”como fazer para receber mais” conforme propósitos definidos que não corromperão seu coração, ”aumentar” esses rendimentos, como um servo que sabe administrar seus bens e ”manter” o que foi confiado em suas mãos, sendo disciplinado, honesto, justo e fiel.

Desafiador? Muito! Mas, sozinhos nós não conseguiremos fazer nada nessa vida! Então, agora que você leu esse artigo até aqui, convido você a ”fazer uma oração” diante de Deus, pedindo que Ele te oriente a cada dia, dando sabedoria para que você administre cada vez mais e melhor os recursos que Ele te confiou, buscando nele a confirmação do que Ele quer que você faça, ”por que” e ”para que”, buscando ferramentas de auxílio técnico para saber como administrar melhor o que você já tem, e tendo seu coração alinhado com a vontade de Deus para a sua vida!

Você pode abençoar vidas no seu trabalho e com o que você tem nas mãos, então, faça tudo o que fizer como se fosse para o Senhor, e não para os homens! (Cl 3:23).

Disse Jesus: ”Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e ás riquezas” (Mt 6:24).

Espero que este artigo possa trazer uma reflexão positiva ao seu coração.

Que Deus lhe dê sabedoria e discernimento para administrar todos os bens confiados em suas mãos. Gratidão e um forte abraço,

Sandra Bertotti (Master Executive & Business Coach)

www.consultoriocoaching.com.br

 

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Hospital das Clinicas de Botucatu atualiza informações sobre o Coronavirus

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) torna público o boletim sobre as informações do COVID-19 ...