Conexão Alpha entrevista professor Pereira, presidente do PCdoB

Na noite de terça-feira (16), o Complexo Alfa recebeu o presidente do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), professor Antônio Carlos Pereira para saber das intenções para eleições de 2024.

História do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)

Foi criado em 1958 como uma dissidência alinhada ao stalinismo dentro do Partido Comunista Brasileiro (PCB), que, àquela época, apoiava as reformas defendidas por Nikita Khrushchov durante o XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética em 1956 e que, mais tarde, ficaram conhecidas como desestalinização.

Professor Pereira como é conhecido, antes mesmo de iniciar sua carreira nos esportes, foi oficial do Exército, hoje na reserva. Quando saiu das Forças Armadas foi para cidade de Santos fazer faculdade, onde conheceu jogadores famosos na época, como Pelé, Leivinha, Fedato, Cláudio etc… E seu primeiro emprego foi dado por Pelé, que foi preparador físico juvenil do Santos.

Seu início no campo político foi em maio de 2002, quando recebeu um convite do amigo Caio Luiz de Carvalho, que estava assumindo o Ministério de Esportes. Indo á Brasília começou trabalhar com Secretário Nacional Lars Grael, foi nessa época em que o Lula foi eleito presidente. Pereira foi convidado a fazer a transição do Ministério do Esportes do Presidente Fernando Henrique para o presidente eleito, Lula.

Quando João Cury foi eleito prefeito de Botucatu, tendo como vice Antônio Luiz Caldas do PCdoB, o então o Ministro do Esporte Orlando Silva, ofertou ao Pereira o cargo de Secretário de Esportes de Botucatu. Ao aceitar Pereira se filiou ao partido no ano de 2009 para assumir a Secretaria de Esportes e Lazer no primeiro mandato do então recém eleito a prefeito, João Cury Neto.

Acompanhe a entrevista completa pelo link

https://fb.watch/pDBK1b4sjA/?mibextid=Nif5oz

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.