Delegado da Polícia Civil do Distrito Federal desabafa sobre pai queimado vivo

O delegado da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) Hudson Maldonado Filho está em Minas Gerais para enterrar o pai, o delegado aposentado e advogado criminalista Hudson Maldonado Gama, 86 anos. O idoso foi vítima de um assassinato cruel, nessa quarta-feira (22/5), motivado por vingança. O autor do crime identificado como o ex-investigador da Polícia Civil mineira (PCMG) Rodrigo Cesar Costa Barbosa, 52, que está foragido.

Em um vídeo gravado no cemitério de Sete Lagoas, município na Região Central de Minas Gerais, Maldonado Filho classificou o ato como “cruel”: “Agradeço imensamente as mensagens de condolências nesse momento de tamanha dor. Meu pai partiu de uma forma cruel, e notou-se uma divulgação de que o autor estaria acertando uma dívida de 18 anos. A Polícia Civil de Minas Gerais apurou o crime. O autor é um ex-policial civil que, em 2006, foi expulso em razão de corrupção”.

O delegado acrescentou que o criminoso agiu de maneira fria e calculista. “[Ele] aguardou 18 anos e foi à procura de meu pai, um homem idoso, de 86 anos – vítima de dois AVCs [acidentes vasculares cerebrais] e inválido, que ficava sobre uma cama, imóvel, magro – e praticou a barbárie. Matou meu pai a golpes de faca, enrolou-o no colchão e ateou fogo. Deu à família, aos filhos, irmãos e amigos um enterro de caixão lacrado. Acabei de sepultar meu pai, mas acredito na justiça dos homens e na justiça divina”, completou.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.