Fio Maravilha… Conheça a história do desengonçado João Batista de Sales

De maravilha estética “João Batista de Sales”, nada tem. Nascido em Conselheiro Pena, em 19 de janeiro de 1945.

Começou a carreira no clube da Gávea, aos 15 anos. O jogador tinha um futebol Folclórico” e “desengonçado”, mas fez gols em jogos importantes.

Trocou passes com grandes jogadores, Almir Pernambuquinho, Doval, Dionisio, Cesar Maluco, Silva Batuta e Zico, dividiu o campo algumas vezes com Garrincha.

Seu primeiro jogo foi uma derrota por 3 x 0 contra o Bahia, em jogo amistoso na Fonte Nova (21 de abril de 1965).

O primeiro gol foi contra o Fluminense, em jogo da Taça Guanabara, no Estádio das Laranjeiras (2 a 2, em 1º de setembro de 1965).

A origem de seu apelido “Fio”, segundo ele, possui duas versões: a primeira é por ter sido muito magro, e a outra, vem do fato das mães no interior chamarem os filhos de fio.

A fama chegou no jogo: Flamengo 1 x 0 Benfica, foi uma partida de futebol disputada no dia 15 de janeiro de 1972 válida pelo Torneio Internacional do Rio de Janeiro daquele ano, que ficou eternizada por conta de um gol marcado pelo atacante rubro-negro.

Este tento foi tão bonito que serviu de inspiração para o cantor Jorge Ben musicá-lo e fazer a canção Fio Maravilha: “Tabelou, driblou dois zagueiros, deu um toque, driblou o goleiro, só não entrou com bola e tudo porque teve humildade em gol”.

Em 2017, este gol foi considerado o segundo mais bonito da história do Maracanã pelo jornal O Globo, atrás apenas do gol de placa marcado pelo Pelé em 1961, pelo Santos

Celso Coelho

 

Sobre Régis Vallée

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.