Governo de São Paulo disponibiliza vacinação contra gripe para toda a população

O Governo de SP ampliou a vacinação contra a gripe, anteriormente destinada aos grupos prioritários, para toda a população que agora, poderá comparecer à Unidade Básica de Saúde (UBSs) mais próxima de sua casa para se imunizar.

A ação divulgada pela Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo (SES-SP) nos 645 municípios paulistas vacinou, entre março e maio deste ano, 29,7% dos grupos prioritários, que abrangem crianças de até seis anos, gestantes, puérperas, professores do ensino básico, idosos, dentre outros. Com a ampliação da vacinação, o objetivo é que a cobertura vacinal da população de todo o estado aumente.

De acordo com a diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da SES, Tatiana Lang D’Agostini, em 2023, foi registrada uma cobertura de 53% em todo estado. “A meta para essa campanha, é que ela supere os números do ano anterior, fazendo com que o máximo de pessoas estejam imunizadas”, acrescentou.

Considerada a forma de prevenção mais eficaz contra o vírus da influenza, responsável pelas infecções respiratórias, a vacinação evita complicações e o agravamento da doença. “Gripes e resfriados, se não tratados adequadamente, podem evoluir para uma infecção local ou das vias respiratórias, e até mesmo pneumonia. Portanto, a vacina é de extrema importância para proteger o sistema imunológico e evitar o aumento da transmissão”, afirma a diretora.

Dúvidas sobre a vacinação?

O Governo de São Paulo, por meio da SES, criou o portal “Vacina 100 Dúvidas” com as perguntas mais frequentes sobre vacinação nos buscadores da internet. A plataforma esclarece questões como efeitos colaterais, eficácia das vacinas, doenças imunopreveníveis e quais os perigos ao não se imunizar. O acesso está disponível no link: https://www.vacina100duvidas.sp.gov.br/

Governo do Estado de São Paulo

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.