Judoca do Sesi-SP, Michel Augusto conquista vaga inédita para Olimpíadas de Paris 2024

O judô do Sesi-SP segue fazendo história nos tatames e terá pela primeira vez um representante na principal competição esportiva mundial, as Olimpíadas. Michel Augusto, judoca da Equipe de Alto Rendimento do Sesi-SP, sediada no Sesi Botucatu, garantiu matematicamente sua vaga para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 ao conquistar pontos fundamentais no Mundial de Judô Sênior de Abu Dhabi, disputado no último final de semana.

Na competição dos Emirados Árabes Unidos, Michel chegou às oitavas de final da categoria até 60kg após duas lutas equilibradas e de alto nível. Na primeira fase, enfrentou Muhammadsoleh Quvatov, do Tadjiquistão, e venceu por waza-ari. O adversário era concorrente direto pela vaga olímpica.

Na fase seguinte, Michel venceu o número 5 do mundo, Balabay Aghayev, por punições. A queda foi para Yeldos Smetov, do Cazaquistão, que já foi vice-campeão olímpico e chegou à disputa pelo bronze na competição.

Com os 220 pontos conquistados, Michel Augusto está classificado para as Olimpíadas de Paris 2024. Após garantir a vaga, o judoca agradeceu o suporte técnico que teve nos últimos anos, resultando na inédita classificação olímpica. “Queria agradecer a todo mundo do Sesi-SP que me apoiou. Todos que estavam comigo diariamente na preparação, toda a Comissão Técnica. Muito obrigado! Agora, é focar nas Olimpíadas.”

Esse é mais um resultado extraordinário de Michel Augusto e do Judô do Sesi-SP, que demonstra o trabalho de excelência de toda a equipe. No último ano, a modalidade aumentou em mais de 70% sua quantidade de medalhas em relação à 2022. Entre elas, um ouro Pan-Americano de Michel.

Esses resultados da Equipe de Rendimento de Judô do Sesi-SP, sediado no Sesi Botucatu, levaram primeiramente à convocação inédita para o Campeonato Mundial Sênior de Judô e, agora, à classificação olímpica.

Fotos: Anderson Neves/CBJ

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.