Lelo Pagani solicita ação para combate à exploração infantil no município

Com o objetivo de auxiliar crianças e adolescentes de Botucatu em situação de vulnerabilidade e de rua, o vereador Lelo Pagani (PSDB) apresentou uma proposta na última sessão da Câmara, realizada no dia 03/04, solicitando ações de combate à exploração infantil e de conscientização da população sobre o tema.

No texto apresentado pelo parlamentar, ele explica que ao colaborar com as crianças e adolescentes que estão em situação de mendicância, a população acaba por colocá-las em risco, podendo elas sofrerem sequestros, violência sexual, física e psicológica.

Em sua justificativa sobre o requerimento apresentado, o vereador relembrou outro projeto já realizado pela Assistência Social do município e que poderia ser replicado, o “Quem dá esmola não dá futuro”.

“Ajudar essas crianças e adolescentes com esmolas, dificulta o trabalho das equipes de assistência e estimula a permanência dos mesmos nas ruas. Temos que fazer esse trabalho de conscientização da população e, no paralelo, de combate à exploração infantil, garantindo que os menores sejam encaminhados para projetos que deem subsídios para saírem dessa condição”, explicou o parlamentar.

Ainda de acordo com Pagani, as equipes de assistência já auxiliam essas famílias e a população interessada em ajudar também pode contribuir de diversas formas, como por exemplo, destinando parte do seu imposto de renda ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

“É de extrema importância darmos continuidade nessas campanhas. A proposta imediata é para que seja realizada uma ação conjunta com as forças de segurança para orientar as pessoas em semáforos e demais pontos da cidade”, finalizou.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.