Últimas Notícias

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, concedeu entrevista na tarde desta segunda-feira (10) sobre o deslizamento que deixou 10 mortos e 32 feridos em Capitólio, interior do estado. Segundo ele, todas as vítimas já foram identificadas.

“Nesse momento, menos de 48 horas após a tragédia, nós já conseguimos resgatar e identificar as 10 vítimas. As famílias já sabem exatamente o que aconteceu. Então (…) já não falamos mais em nenhum desaparecido ou em nenhuma vítima não identificada”, afirmou.

Zema disse que se trata de uma ocorrência inédita na região e que o acidente não tinha como ser previsto.

“Acho que poderia [ser evitado] da mesma maneira que nós podemos evitar que nenhuma rocha venha a rola de nenhuma montanha no Brasil (…). É algo inédito, que nunca aconteceu anteriormente. Nos últimos 100 anos, nós não sabemos de nenhuma ocorrência dessa. Então seria algo muito difícil de se prever”, comentou. “E quando cai um raio? Quem que é o responsável? É o prefeito?”.

Zema afirmou que a área vai “merecer análise técnica de geólogos (…) e colocar ali um nível de risco aceitável ou não” para que, assim, “o acesso àquela região possa ou não ser permitido”.

Zema garantiu que é possível viabilizar o turismo em Capitólio com segurança.

“Nós queremos viabilizar, e vamos, turismo com segurança. É possível, sim (…). Queremos que toda a região continue atraindo turistas, mas a partir de agora um cuidado adicionado será exigido, e teremos frequentemente uma análise do risco daquela região (…), já que vimos que pode acontecer novamente”, comentou.

O governador de Minas Gerais disse que tanto a Marinha quanto a Polícia Civil vão apurar ocaso. “Será feita uma apuração por parte da Polícia Civil, (…) da Marinha e vamos aguardar”.

Fonte: GloboNews 

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Sessão ordinária da Câmara Municipal de 15 de agosto tem três projetos em pauta

A sessão ordinária de 15 de agosto na Câmara de Botucatu conta com três projetos em pauta. Os vereadores devem ...