Últimas Notícias

Parque Tecnológico Botucatu recebe vereadores da nova legislatura e propõe parceria para ações inovadoras

Assumindo seu papel como um dos principais responsáveis pelas ações que movimentam o Ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação na região, o Parque Tecnológico Botucatu recebeu, na quarta-feira, 13, parte dos vereadores eleitos para a 18ª legislatura. O objetivo foi abrir as portas para os legisladores conhecerem a estrutura do Parque, entender sobre sua atuação e identificar possíveis projetos que poderão ser desenvolvidos em conjunto.

 

Estiveram presentes os vereadores Alessandra Lucchesi, Cula, Érika da Liga do Bem, Marcelo Sleiman, Palhinha, Silvio e o ainda a ser empossado Lelo Pagani.

 

O diretor executivo do Parque Tecnológico Botucatu, Carlos Alberto Costa, fez uma breve apresentação institucional sobre a estrutura, mostrou estatísticas das empresas residentes no local e nas duas incubadoras ligadas ao Parque Tecnológico. Comentou sobre as perspectivas para o futuro, inclusive quanto a necessidade de recursos para viabilizar os projetos já elaborados, como é o caso da construção de um Centro Empresarial.

 

“O Parque Tecnológico Botucatu está totalmente aberto aos vereadores para trazerem demandas da população para serem colocadas como desafios para nossas empresas. Queremos ser uma plataforma de apoio para a Câmara Municipal”, destaca Carlos Costa.

 

O diretor executivo do Parque ainda destacou os diferenciais e a importância do programa NEI (Núcleo de Empreendedorismo e Inovação do Parque Tecnológico) e, em seguida, Jefferson Vendrametto e Luciane Somera, explicaram aos vereadores o projeto CHIS – Cidade Humana, Inteligente e Sustentável. Foram apresentados, inclusive, os indicadores, por área, utilizados no ranking das Smart Cities (Cidades Inteligentes). Ao final, houve espaço para perguntas e os vereadores ficaram entusiasmados com a possibilidade de propor iniciativas que contribuam para transformar Botucatu em uma CHIS.

 

Mas o que são CHIS?

 

Uma Cidade mais Humana, Inteligente e Sustentável (CHIS) pode ser definida como uma comunidade que promove sistematicamente o bem estar de seus habitantes proativamente de forma sustentável, é capaz de se transformar num lugar cada vez melhor para as pessoas morarem, trabalharem, estudarem e se divertirem.

 

Vereadores no primeiro mandato saíram do encontro motivados

 

Para o vereador Silvio dos Santos, eleito para o primeiro mandato, revisitar a estrutura do Parque o fez ter a certeza de que tem sido trabalhado com muito sucesso o conceito de Tecnologia, Ciência e Inovação. “Acredito que temos aqui um centro de referência que poucas cidades têm. É importante, inclusive, para atrair novos empreendimentos, gerando emprego e renda para o município”, afirma.

 

Silvio ainda comenta que o conceito das Smart Cities (Cidades Inteligentes) é uma grande oportunidade para que os homens públicos, sejam eles representantes do Poder Executivo ou do Poder Legislativo, empreguem essa metodologia na resolução dos problemas da cidade. “Penso que podemos, por meio da cocriação, do trabalho conjunto, em parceria com o Parque Tecnológico Botucatu e outras grandes lideranças, transformar Botucatu em uma cidade ainda mais admirada, bem avaliada e com qualidade de vida para as pessoas”, acrescenta.

 

O vereador Rodrigo Rodrigues, o Palhinha, presidente da Câmara Municipal de Botucatu, garante que saiu da visita com “as melhores impressões possíveis” sobre o Parque Tecnológico Botucatu. “Nunca se falou tanto em Ciência e Tecnologia como atualmente. Não tínhamos noção da grandeza do trabalho que é desenvolvido pelo Parque, do apoio que é dado a tantas empresas, que vão agregar muito ao nosso município. Hoje, foi dado um primeiro passo para uma grande parceria que será firmada entre a Câmara Municipal e o Parque Tecnológico Botucatu para buscar soluções para os problemas com os quais nos deparamos no dia a dia”, frisa.

 

De acordo com Palhinha, cada vereador que participou da visita saiu do encontro com o objetivo de transformar Botucatu em uma cidade CHIS. “Como foi dito aqui, não é necessário inventar a roda, mas, sim, compreender as necessidades e buscar soluções. Nossa cidade está no caminho certo para se tornar mais humanizada, inteligente, sustentável e criativa”, completa.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Sabesp lança concurso de artes para estudantes das regiões de Botucatu, São Manuel, Tatuí e São Roque

A Sabesp, em parceria com a startup ExplicaMais (uma plataforma de gestão de estudos) e o projeto Padalágua, lançam neste ...