Prefeitura inaugura Serviço Municipal de Ultrassonografia a partir de segunda-feira, 02

A partir de segunda-feira, 02 de maio, começa a funcionar o primeiro serviço do Centro de Diagnóstico por Imagem da Prefeitura, com o Serviço Municipal de Ultrassonografia, que permitirá que Botucatu ofereça cerca de 750 exames mensalmente para pacientes encaminhados pelas unidades básicas de saúde e Prontos Socorros.

O serviço funcionará junto a Unidade de Saúde da Cohab 4 no período noturno, de segunda a sexta-feira das 18 às 22 horas, e aos sábados das 8 às 12 horas.

Para fazer o exame, o paciente deve passar por consulta em uma unidade de saúde e o médico solicitar o ultrassom. Após o pedido, o setor da UAC (Unidade de Avaliação e Controle) da Secretaria Municipal de Saúde que fará o agendamento do ultrassom e retornará ao paciente com o horário e data do procedimento.O tempo médio entre a consulta, o agendamento e a realização do ultrassom deve ser de até 30 dias.

“O Serviço Municipal de Ultrassonografia é o início da implantação do nosso Centro de Diagnóstico por Imagens. Com este exame pela rede municipal de saúde, vamos garantir agilidade, qualidade e conforto a nosso pacientes, reduzindo as filas de espera e melhorando o diagnostico médico”, destacou o Prefeito Mário Pardini.

Mensalmente, a Prefeitura irá investir R$ 50 mil para a viabilidade destes exames. Além das ultrassonografias tradicionais, a Prefeitura já oferece, através de um convênio com a Casa da Mama, aproximadamente 300 ultrassons de mama e ginecológico por mês.

O Serviço Municipal de Ultrassonografia atenderá junto a Unidade de Saúde da Cohab 4, na Rua José Domingos Corte, 565 – Jardim Bandeirantes, de segunda a sexta-feira, das 18 às 22 horas, e aos sábados das 8 às 12 horas, apenas com encaminhamento médico.

 

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.