Produtores e proprietários rurais podem fazer curso grátis de turismo em Botucatu

O turismo rural é uma modalidade que cresce a cada dia e, neste segmento, Botucatu tem um potencial importante para atrair visitantes. Para profissionalizar, transformar e explorar o meio de vida rural em atividade turística econômica e sustentável, os proprietários de áreas rurais de Botucatu estão convidados a participarem do Programa Turismo Rural, promovido pelo Sindicato Rural – Senar SP, com apoio da Prefeitura e Secretaria Adjunta de Turismo de Botucatu. A primeira atividade de sensibilização, será realizada no dia 6 de março, das 8h30 às 17 horas, na sede da Associação dos Trabalhadores e Funcionários da Prefeitura Municipal de Botucatu, no Porto Said.

O programa tem como público-alvo produtores rurais e seus familiares; pede requisitos básicos como idade mínima de 18 anos e ser alfabetizado. Possui duração de 10 meses, as aulas acontecem uma vez ao mês.

Os alunos terão a oportunidade de conhecer diversas propriedades e empreendimentos rurais durante a formação, que será em 10 módulos, como:

Oportunidades de empreendimentos, identidade e cultura, gestão, atrativos turísticos no meio rural, ponto de vendas de produtos, meios de hospedagem, meios de alimentação, atendendo e encantando o cliente, resgate gastronômico e consolidação do programa.

De acordo com informações da organização, o Programa permite o desenvolvimento do turismo como atividade econômica, agregando valor e ampliando o olhar sobre a propriedade, fornecendo ferramentas para identificar e implantar negócios de turismo, de acordo com os recursos encontrados no meio, aliados às habilidades e vocações do produtor rural e sua família.

As inscrições devem ser feitas pelo telefone (14) 3882-0900

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.