Últimas Notícias

Projeto que reconhece atividade e exercício físicos como essenciais é adiado e retorna ao plenário semana que vem

A sessão ordinária desta segunda-feira (26/04) aconteceu mais uma vez de maneira remota e terminou com a única matéria em pauta adiada por uma semana. O projeto de lei 11/2021, de autoria do vereador Sargento Laudo (PSDB), pretende reconhecer como essencial a prática de atividade e exercício físicos, ministrada por profissionais de educação física em estabelecimentos prestadores de serviços destinados a essa finalidade ou em espaços públicos. Ele tem sido chamado de “PL das academias”.

O adiamento foi pedido pelo presidente da Casa, vereador Palhinha (DEM) e aprovado pela maioria do plenário. “Foi apresentada uma emenda ao projeto e não houve tempo hábil para que ela tramitasse pelas comissões da Câmara. O adiamento permite que ela receba os pareceres dessas comissões e seja votada no mesmo dia do projeto”, justificou.

A emenda em questão é de autoria dos vereadores Palhinha, Lelo Pagani (DEM), Alessandra Lucchesi (PSDB) e Marcelo Sleiman (DEM). Ela propõe uma alteração no texto original, acrescentando que nos períodos de restrições de atividades devido à pandemia de covid-19, o funcionamento das academias seja permitido somente para atendimento de pessoas em tratamento comprovado por atestado médico.

Assim como o PL 11/2021, a emenda também retorna ao plenário na sessão ordinária da semana que vem, no dia 3 de maio.

Destaques do Expediente

O Pequeno Expediente começou com a leitura de uma mensagem em homenagem aos 53 anos do 12º Batalhão da Polícia Militar do Interior. A comemoração ainda foi lembrada nos pronunciamentos de alguns vereadores, que inclusive exibiram vídeos alusivos à data.

No total, o plenário aprovou três votos de pesar, 20 requerimentos e cinco indicações. No Grande Expediente, falaram de assuntos diversos os vereadores Cláudia Gabriel (DEM), Marcelo Sleiman, Erika da Liga do Bem (Republicanos), Sargento Laudo, Lelo Pagani e Palhinha.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

GEPOM apreende frascos de perfume de vendedores ambulantes em Botucatu

Na tarde de ontem, (06) a Equipe GEPOM da Guarda Civil Municipal em apoio a Fiscalização de Renda do Município ...