Somos todos Nicolas!

O pequeno Nicolas é portador de paralisia Cerebral (sindrome Epilética). Hoje ele tem 2 anos e ainda não anda e nem consegue sentar.

O tratamento que ele precisa custa cerca de 70 mil reais e ainda não tem no Brasil. Atualmente esse procedimento é só feito no pais vizinho Paraguai.

Segundo a mamãe Sandy Piccoli diz que “Foi criado uma campanha con o intuito de tentar o máximo possível para estarmos mais próximo de realizar o sonho de dar uma condição de vida melhor ao nosso filho”.

Para isso, estão sendo feitas diversas ações para arrecadas fundos como um pedágio que será realizado dia 14/12 na Avenida Vital Brasil à partir das 8h30 da manhã.

A familia também está vendendo trufas, cones trufados, lanches naturais e bolos no pote também para poder levantar fundos para o tratamento.

Foi aberto uma conta também para doações na Caixa Econômica Federal Ag. 4896 – C/P 6385-7 en nome de Nicolas Felipe Campos Piccoli.

Qualquer ajuda é bem vinda e para mais informações o telefone de contato é o (14) 99702-8069 com a própria mãe Sandy.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Pandemia: como ficam os cálculos de férias, décimo terceiro e outros temas

Para que a economia brasileira não sofra demasiadamente por conta da pandemia do novo coronavírus, o Governo Federal adotou diversas ...