Últimas Notícias

Você é insubstituível

Quem nunca ouviu a frase oposta a essa, dizendo ”Ninguém é insubstituível”?

Enfim, quantas frases que aprendemos durante a vida e que simplesmente a reproduzimos sem pensar se realmente concordamos com elas ou não?

Essa é uma das frases que sempre ouvi no mercado de trabalho.

Talvez a ideia de que ”sempre é possível repor um funcionário em uma organização” possa soar como um ”controlador de humores” do tipo: ”assim, todos se aquietam em suas funções sem murmuração ou descontentamento, dando mais do que o combinado ou suportando mais do que o normal”. E na maioria das vezes, é simplesmente isso que acontece, o temido ”desemprego” soa na mente como um ponto importante a ser levado em conta, e assim, facilmente nos alienamos a tudo e a todos, sem questionar ou nos defender de certas situações vividas.

Recentemente li um texto fantástico da Espaço#RH, descrito como ”autor desconhecido” em que destacava o quanto as pessoas são insubstituíveis, como Beethoven, Tom Jobim? Ayrton Senna? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Elvis Presley? Paulo Autran? Jorge Amado? Pelé? Paul Newman? Carlos Drummond de Andrade? Albert Einstein? Picasso? Salvador Dali? Mozart? E acrescento ainda o maior deles, Jesus Cristo, que é Deus e deu sua vida por todas as pessoas que creem nele como Senhor e Salvador.

E quando paramos para refletir sobre alguns detalhes, podemos ver a diferença de ser a pessoa certa para o lugar certo.

Então, quando as pessoas são substituíveis e quando são insubstituíveis?

Simples, cada um desses grandes nomes ocuparam uma função em sua vida que era feita especialmente para eles. Cada um deles, desenvolveram seus talentos, dons e habilidades dentro de um contexto e de um trabalho do qual, eles nasceram para fazer.

Não imagino Beethoven sendo professor de Geografia; ou Albert Einstein sendo técnico de futebol; ou ainda Pelé dando aula de História. Enfim, talvez esses homens que se destacaram, poderiam sim se destacar em outras funções ou profissões, mas talvez não com tanta dedicação e destaque quanto nas funções que exerceram.

E assim, podemos ver os personagens Bíblicos, os Heróis da Fé, também cumprindo propósitos, marcando a história, como:

Davi que era o menor de sua casa, mas com ousadia de matar um gigante, foi escolhido para ser Rei dos Judeus;

José que foi vendido como escravo por seus próprios irmãos, caluniado e preso pela injustiça feita pela esposa de seu chefe, e depois de tantos contratempos, foi o governador do Egito e cumpriu com excelência o que Deus definiu para a vida dele;

Moisés, que foi o homem mais manso que já existiu, e que nasceu prestes a perder a vida, porque existia um propósito maior na vida dele, e Deus o escondeu, o livrou da morte, foi colocado em um cesto bem vedado e observado pela irmã, até chegar diante da filha do Faraó, que o adotou como filho, pagou para sua mãe biológica o amamentar, deu a ela um salário, o protegeu da morte (que inclusive, foi decretada pelo seu próprio pai, o faraó), e depois, cresceu, aprendeu da cultura daquele povo, mas no momento de seu chamado, libertou o povo judeu das mãos do Egito, dirigiu um grande povo, mesmo sendo gago; e tinha um coração tão temente a Deus, que falava diretamente com Ele; e mudou a história de toda uma nação.

Noé, que obedeceu e por muitos anos de sua vida, construiu a arca, que garantiu a sobrevivência da humanidade. Imagina se alguém poderia substituir Noé nessa função? Creio que não, porque Deus faz a cada um de nós com um propósito definido aqui na terra.

Salomão, o ”homem mais sábio que já existiu”, descreve um pouco da fonte de sabedoria no livro de Provérbios e conforme alguns afirmam ser ele o autor do livro de Eclesiastes, nos mostra ao final como um resumo de tudo o que ele viveu e observou:

”Vi ainda debaixo do sol que não é dos ligeiros o prêmio, nem dos valentes, a vitória, nem tampouco dos sábios, o pão, nem ainda dos prudentes, a riqueza, nem dos inteligentes , o favor; porém tudo depende do tempo e do acaso. Pois o homem não sabe a sua hora. Como os peixes que se apanham com a rede traiçoeira e como os passarinhos que se prendem com o laço, assim se enredam também os filhos dos homens no tempo da calamidade, quando cai de repente sobre eles” (Eclesiastes 9: 11 e 12).

Então, podemos encontrar:

  • Pessoas que não rendem por estarem trabalhando em algo fora do seu propósito;
  • Pessoas que rendem com muito esforço, rendendo pouco ou quase nada
  • Pessoas que rendem bem, mas perdem quase tudo o que obtém
  • Pessoas que rendem bem e retém muito, mas são completamente insatisfeitas
  • Pessoas que viveram fases boas, mas mudaram de fases ao longo da jornada
  • Pessoas que acham que sabem, mas tem a visão turva e correm atrás de ilusões
  • Pessoas que não se dão o devido valor, achando que nada são, mas tem muito valor
  • Pessoas que constroem suas carreiras com base em estratégia de destruição alheia
  • Pessoas que desistem por serem pisoteadas constantemente por pessoas do mal

Enfim, a lista de possibilidades é grande, e se pararmos para refletir, sempre encontraremos exemplos de pessoas de vários tipos e situações, que vivem seus ciclos de crenças e realidades baseadas no que acreditam ou muitas vezes, negando a realidade, por não aceitarem suas reais condições, buscando a ilusão da camuflagem diante da sociedade.

Embora, seja muito importante lutarmos, nos dedicarmos e nos destacarmos no ambiente corporativo, mais importante do que isso, é sabermos o que estamos construindo e se tudo o que estamos fazendo faz realmente algum sentido ou é uma luta vã.

Mas, como saber? Eu estou dando resultados, que ótimo! Sim, tudo o que colocarmos a mão com muita dedicação, a tendência é que os resultados apareçam, com persistência, eles acontecerão! Mas, você já parou para entender se o que você mais busca, está alinhado com o propósito do que Deus tem para você?

Quando olhamos para qualquer um dos exemplos mencionados acima, como o de José por exemplo, ele não ”planejou” sua jornada desde o início, mas ele revelou para os irmãos, um sonho que Deus deu a ele, ingenuamente, sem perceber que eles eram seus inimigos. E por isso, sofreu as consequências e foi vendido como escravo. Mas, ao mesmo tempo, foi parar exatamente no local onde seria governador mais tarde. Então, quantas vezes não entendemos os propósitos de Deus nas nossas vidas, e temos a tendência de nos aborrecer por vivermos fases de ”montanha russa”, ou seja, as vezes estamos bem, e em outras nem tanto?

”Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração” (Oséias 2:14)

Deus nos treina ”no deserto”, ah e como é difícil entendermos isso? Deus nos treina na dor, na provação, na dificuldade, na seca, ou seja, nos momentos em que precisamos ”abrir mão” de quem somos, o que afirmamos, e muitas vezes da nossa teimosia em acharmos que estamos certos, e aceitar a exortação que vem de Deus para nossos corações.

Lembre-se, ”de todas as ideias e filosofias e explicações, você sempre terá pessoas concordando com você e outras discordando”. E isso nem sempre quer dizer que você esteja certo, mas que talvez conclua algo, baseado nas informações parciais que estão diante de você! Então, sempre é importante termos a humildade de ouvir outras ideias e opiniões, refletir sobre elas e passar as mesmas por um ”filtro” baseado nos seus valores e princípios.

Sim, valores e princípios é o que você precisa preservar em você, e quando você descobre que se esses valores e princípios forem alicerçados em Deus, aí você terá o criador do universo ao seu lado, fazendo ”O chefão precisar de você para interpretar um sonho, como foi com José, para o tirar da prisão” ou ”fazer com que as águas levassem o cesto de Moisés em segurança até estar exatamente na frente da filha do Faraó, e ao mesmo tempo, fizesse com que ela tivesse amor em seu coração para o adotar, mesmo contrariando ao seu pai”, e aí é que entra o ”sobrenatural” de Deus, e entender a imensidão do amor de Deus nos pequenos detalhes, nos faz ver o quanto Ele nos acolhe como amor e proteção.

Mas como saber meu propósito de vida? e Como saber se eu estou no lugar certo?

Se você está em paz onde está, sem vontade de mudança, talvez esteja no lugar certo.

Mas, se você se sente incomodado e insatisfeito, pense no que te leva a isso, se é falta de um propósito por ainda não estar no lugar certo, ou se é apenas um hábito de não ser tão grato pelas coisas ao seu redor.

Se você sente que ainda não está no lugar certo e não sabe ao certo o que fazer, talvez esteja sendo preparado por Deus para um propósito que Ele ainda revelará a você no meio do caminho.

Deus fez isso com Abraão; primeiro pediu que Abraão saísse de perto da sua parentela para uma terra que ele ainda mostraria, então, pela fé ele obedeceu. Às vezes para que Deus te leve a grandes propósitos, como esses grandes homens que descrevemos acima, ele precise fazer de você um grande homem ou uma grande mulher, ou seja, trabalhar no seu coração para que você sempre se mantenha com humildade, com os pés no chão, sem se envaidecer. Talvez por um momento você possa pensar: ”Mas eu não sou orgulhoso”, mas acredite, geralmente os mais orgulhosos, são aqueles que não reconhecem que o são.

”A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda” (Pv 16: 18).

A ruína ou a queda podem não necessariamente estarem relacionadas ao seu ”sucesso profissional”, mas também a sua vida pessoal, aos seus relacionamentos, a forma com que você educa seus filhos, ou como trata as pessoas. Se você se acha importante demais para dar atenção para alguém que não lhe trará benefício algum, talvez seja importante refletir um pouco mais sobre seus valores, significados e o que realmente é importante para você.

Mas, e se eu for aquele tipo de pessoa que trabalha apenas para ter um salário e pagar as contas? Bom, não há nada de errado nisso, contanto que você não culpe os outros por falta de oportunidades ou pelo contexto em que está ou foi criado. Se você tiver o coração grato e satisfeito, amém! Não é preciso muito para ser feliz! Mas, se você murmura o tempo todo, então, é preciso de mudança! Ou então reconheça a vida que você tem e agradeça, ou, procure se programar para mudar de onde esta e fazer algo que realmente possa valer a pena!

Quero mudar de profissão, mas, posso fazer tantas coisas, e qual delas eu devo fazer?

Por incrível que pareça, nós podemos realizar tantas atividades diferentes e ter a sensação de que qualquer uma delas feitas com dedicação, poderão gerar resultados, e realmente podem! Mas, qual delas está alinhada com seu propósito de vida? E se José não cumprisse o propósito de descrever o significado do sonho ao Faraó, e ao mesmo tempo não desse as dicas de como armazenar o alimento nos anos de fartura para que houvesse suprimentos nos anos de seca? Ou seja, quando nós decidimos por nós mesmos, baseados apenas nas nossas aptidões ou habilidades, nós podemos atrapalhar os planos de Deus nas nossas vidas. Então, se eu pudesse dar um conselho, diria que não há nada mais seguro do que colocar essas dúvidas diante de Deus e pedir que Ele fale com você e oriente a você o que você deve fazer. E não apenas nesses momentos, mas que Ele oriente toda a sua vida, porque Ele sabe do que você precisa, e trará nas suas mãos as bençãos que você mais deseja, se você se permitir ser remodelado por Ele para as receber.

Sim, Deus não dará a você bençãos que você não sabe cuidar, porque nesse caso, elas poderiam deixar de serem bençãos, e Deus é Pai. Ele vai te preparar ao longo da jornada para propósitos que talvez nem sempre sejam claros no momento em que você passar por eles, mas entenderá a maioria deles posteriormente. Nunca sabemos tudo, mas sempre sabemos o suficiente para as próximas etapas, e nas próximas etapas, é preciso reaprender novas coisas, e ser talvez uma nova pessoa.

Tive o privilégio de conhecer pessoas que não programaram nada em suas vidas, mas de um negócio, foram fazendo e surgiram outros e mais outros e hoje, essas pessoas possuem mais de 10 empresas em suas mãos para administrar. E também pude conhecer pessoas que mesmo com uma infinidade de ferramentas de planejamento e direcionamento, se forçaram a estar apenas em movimento em um lugar que não era para elas estarem, e não tiveram os resultados esperados. Então, não importa a velocidade; mas importa o caminho, o destino e o como caminhar, e se esse a forma de caminhar não quebra seus princípios e valores.

Nem todo caminho que parece obviamente bom, realmente o é, assim como é preciso entender que existe um equilíbrio na vida, ou seja, a energia que você coloca em uma área, consequentemente, tirará da outra. Então, pense bem nos caminhos que escolher, saiba mais sobre as renúncias que precisará fazer ao longo do caminho, entenda o verdadeiro impacto do que isso tudo trará na sua vida e busque fontes de informações confiáveis, e então, peça que Deus oriente e mostre onde você deve estar e as funções que precisará exercer em cada etapa para chegar lá.

Você é insubstituível se estiver no lugar e momento certo para você!

A terra do Egito pode ser ”terra de proteção” (como no início da vida de Moisés), ou ”terra de escravidão” (como na época que Moisés libertou o povo), então, nem sempre será o lugar certo ou errado, mas às vezes, o momento, contexto e significado que aquele lugar tem naquela fase da vida para você.

Só somos substituíveis se estivermos no lugar errado!

E quando algumas pessoas falam ”ninguém é insubstituível” talvez seja porque a função que você exerce, é uma função padrão, que facilmente pode ser feita por alguém que se disponha a fazer, então, se você sente isso, reflita sobre essas palavras e pense no que é preciso fazer, mudar a forma de ver as coisas, para ser mais relevante no meio; ou buscar o lugar certo para que isso flua naturalmente em você.

E se você responder mentalmente ”eu não sei”, repense: – Se você soubesse, o que faria?

É muito fácil nos perdermos no meio do caminho, principalmente pelo desequilíbrio de funções, regras ou sobrecargas, e sempre que isso acontecer, é preciso refletir:

”Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal; será isso saúde para o teu corpo e refrigério, para os teus ossos” (Pv 3: 5 a 8).

Sábio é aquele que reconhece que Deus está cuidado de tudo. Isso não nos isenta de buscar e ter dedicação ao trabalho, mas é reconhecer que tudo vem dele, por meio dele e para ele.

Uma coisa é você dar o seu melhor para desempenhar bem sua função, e outra é confundir isso com o ”super poder de construir seu próprio destino”. Então, que nessa reflexão possamos reconhecer o Senhor a cada etapa, sabendo que cada oportunidade e benção que recebemos ao longo da vida, vem das mãos do Senhor.

”Eu sei, ó Senhor, que não cabe ao homem determinar o seu caminho, nem ao que caminha o dirigir os seus passos” (Jr 10:23).

Que Deus abençoe muito sua vida e de sua família, te dando direcionamento e capacitação para cumprir os propósitos que Ele definiu para você, sabendo que a vontade dele é boa, perfeita e agradável (Rm 12:2) e que se o trabalho ou a vida que você tem, não está boa, perfeita e agradável, talvez Deus tenha algo melhor para você, então, busque nEle esse direcionamento! Deus está sempre pronto a ouvir sua oração!

Lembre-se: ”A vida é curta demais para vivermos de uma forma pesada”

”Ter leveza é manter os princípios e valores necessários para que você não arraste consigo cargas alheias, e tenha a percepção necessária de saber discernir o que é bom e o que é mau ao longo do caminho, e esse discernimento, é dado por Deus aos que se refugiam nele, pois o fardo de Jesus é leve”.

Um abraço,

Sandra RZ Bertotti

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Vigilância Ambiental em Saúde orienta sobre prevenção de acidentes com escorpiões

A Vigilância Ambiental em Saúde de Botucatu orienta a população sobre cuidados simples podem evitar acidentes envolvendo escorpiões.   Em ...