Polícia Civil apreende 36 tubos com “maconha líquida” em Bauru; cada um custa R$ 400,00

A Polícia Civil de Bauru, por meio da 2.ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (2.ª Dise) da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), apreendeu 36 tubos contendo “maconha líquida”, versão da droga considerada rara. A substância oleosa possui altíssimo teor de THC e é muito mais potente que o entorpecente mais comum. O homem que vendia os ilícitos foi preso em flagrante por tráfico e disse que cada embalagem era comercializada por R$ 400,00.

De acordo com o delegado Luiz Augusto Puccinelli, da 2.ª Dise/Deic, as apurações apontaram que J.W.G.O. (somente as iniciais foram divulgadas), de 31 anos, atuava no tráfico de drogas vendendo substâncias raras e consideradas “diferenciadas”, com altíssimo valor de mercado, e utilizava carros e motocicleta de luxo mesmo sem ter sido visto atuando em trabalho lícito.

Então, com base nesses elementos, os policiais civis cumpriram, na tarde desta segunda-feira (28), mandado de busca e apreensão na residência do investigado, no Parque Viaduto.

No imóvel, foi encontrada grande quantidade de tubos contendo “maconha líquida”, avaliada em R$ 14.400,00; diversos dispositivos conhecidos como “atomizadores”, apetrechos eletrônicos utilizados para o consumo deste tipo de droga, que também eram vendidos pelo suspeito; e embalagens para acondicionar o entorpecente.

“Cada tubo contendo THC líquido é vendido por cerca de R$ 400,00 e cada dispositivo para o consumo desta droga é vendido por aproximadamente R$100,00”, complementa o delegado.

A princípio, o investigado não foi localizado no imóvel. Porém, durante as buscas, o homem chegou ao endereço com sua motocicleta e, ao ver os policiais, tentou fugir. “Mas foi seguido e detido cerca de 500 metros adiante. Depois, conduzido à Deic e preso em flagrante por tráfico de drogas. Ele já passou por audiência de custódia e a Justiça determinou a manutenção de sua prisão”, complementa Puccinelli.

Além da droga, foram apreendidas uma Land Rover e uma motocicleta Triumph Tiger Explorer, pertencentes ao investigado.

Fonte: JCNET

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Sobre Régis Vallée

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.