Homem vítima de espancamento em Botucatu, foi agredido pelo enteado

O homem que foi espancamento no último domingo (26), foi agredido brutalmente pelo enteado durante uma briga familiar, esclareceu a Polícia Civil.

O autor só parou de pisar na cabeça da vítima, quando não esboçava mais nenhuma reação.

Esse caso aconteceu na rua Silvestre Bartoli, em um residencial da região Norte da cidade. A vítima, de 54 anos, foi encaminhada em estado gravíssimo para o pronto-socorro do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o agressor foi qualificado como tentativa de homicídio, o irmão da vítima também chegou a ser agredido. As razões do desentendimento familiar ainda não foram esclarecidas.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros constataram no local que o homem violentamente atingido estava de bruços no chão e com intenso sangramento na cabeça, inclusive, com possível perda de massa encefálica e apresentando fracos sinais vitais.

Hospital das Clinicas de Botucatu ainda não atualizou o estado de saúde da vítima. O enteado preso, de 33 anos, responderá, a princípio, por tentativa de homicídio. Ele passou por audiência de custódia e permaneceu detido, à disposição da Justiça.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.