Últimas Notícias

José da Silva: É Revolução ou Marmelada?

A peça “José da Silva: é revolução ou marmelada?” se passa em um país fictício da América do Sul. Narra a trajetória de dois personagens que tentam mudar as suas vidas: José quer se alimentar, já que passa fome; Zequinha quer mudar a sociedade, já que percebe que vive em um lugar com muita desigualdade social.

O texto do espetáculo é uma adaptação de Elias Pintanel da obra “Revolução na América do Sul” (1960) de Augusto Boal, importante homem de teatro do Brasil e reconhecido no mundo todo com o seu Teatro do Oprimido.

A peça no original foi feita para ser apresentada dentro de um espaço fechado e com um grande número de atores, com direito as cenas de coro, com músicas ao vivo, enfim, com toda aquela característica marcante do Teatro de Arena nas décadas de 1950 e 1960.

Murilo Andrade que assina a direção de “José da Silva: é revolução ou marmelada?” viu no original de Boal uma possibilidade de fazer uma peça de teatro de rua com 4 atores: por isso a adaptação. O que não foi adaptado? Bom, parece que o contexto político, as dificuldades do povo, o aparelho político do estado, estratégias de eleição, populismo, retorna novamente na pauta da política nacional. Por causa disso que a história da peça não se passa no Brasil! E sim em algum lugar na América do Sul!

O projeto foi contemplado pelo Edital nº 05 da Prefeitura Municipal de Botucatu – Secretaria Municipal de Cultura com recursos da Lei Aldir Blanc, que é apresentado pela Cia do Um Só de teatro. Ainda contou com o apoio e patrocínio de diversos setores comerciais da cidade de Botucatu e São Manuel.

Ficha técnica do elenco:

Elenco: Giovanna Hernandes (atriz); Johnny Faustino (ator); Paulo Vitor Previatto (ator); Elias Pintanel (ator e dramaturgo); Murilo de Andrade (Diretor); Tânia Hernandes (Produção geral);
Murilo Andrade: Ator, professor e pesquisador teatral. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Londrina -PR. Fundador da Cia Um Só de Teatro, sediada na cidade de Botucatu-SP.
Giovanna Hernandes – Atriz, membro da Cia Poética Botucatu/SP. Bacharela em Artes Cênicas Unicamp; Docente do Técnico em Teatro do SENAC-Jaú/SP.
Tânia Hernandes – Produtora – Advogada e Pedagoga. Produtora da Cia Poética de Teatro (2019).
Paulo Vitor Previatto – Ator, produtor cultural e músico. Graduado em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense, RJ (2011-2018). Técnico em Regência Coral pelo Conservatório de Tatuí (2017-2018).
Elias de Oliveira Pintanel – Dramaturgo e ator: Mestrado em Artes pela Unicamp; (2017). Graduação em Teatro Licenciatura pela Universidade Federal de Pelotas (2014).
Johnny Barbosa Faustino – Ator – Graduado em Educação Artística – Artes Cênicas pela Universidade do Sagrado Coração de Bauru (2018).

Este trabalho contou com a orientação artística do ator Fernando Vasques pelo Programa de Qualificação em Artes.

Essa peça quer que o público se divirta. Nesse sentido que vemos os elementos da cultura popular, como TikTok, tecnobrega, etc, invadirem e tomarem conta dessa peça que não quer que o público pense sobre as soluções ou resoluções da política nacional. Não é sobre isso! Será que eu já falei que não é sobre isso?

Os locais foram escolhidos de forma cuidadosa como contrapartida social, afim de concretizar a aproximação com público específico.

Todas as apresentações serão gratuitas. No entanto haverá recebimento de alimentos para serem revertidos ao assentamento Mahatma Gandhi.

6/11 Praça do Bosque – 11 horas
7/11 Praça Cohab 1 – Padaria Rainha – 15 horas
13/11 Pérola Negra – Marajoara – 15 horas
14/11 Assentamento Mahatma Gandhi – Rubião Junior – 15 horas
21/11 Sarad – 16 horas
25/11 Casa da Juventude – 19:30
27/11 Fundação Casa – 15 horas

Enfim, a peça quer somente que a plateia se divirta com essa aventura de José da Silva atrás de comida.

 

com assessoria

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Batalha entre brasileiros e estrangeiros agita Super Final do Arena Cross 2021

A Super Final do Arena Cross, neste sábado e domingo (27 e 28/11), promete fortes emoções na pista montada no ...