Polícia Civil lacra casa de bingo e apreende R$ 2,1 mil no Geisel, em Bauru

A Polícia Civil de Bauru, por meio do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Central de Polícia Judiciária (CPJ), lacrou, no início da noite desta terça-feira (9), uma casa de bingo que não tinha autorização legal para funcionamento, no Núcleo Geisel. No local, foram apreendidos dezenas de computadores, televisores e aproximadamente R$ 2,1 mil em dinheiro.

De acordo com o delegado Roberval Fabbro, responsável pela ocorrência, as equipes foram até a quadra 13 da rua Benedito Ribeiro dos Santos, para apurar denúncias de que havia máquinas de caça-níquel e bingo, e observaram movimentação suspeita de pessoas no imóvel.

Diante disso, as equipes ingressaram no salão, que estava com as portas abertas, e constataram que ali efetivamente funcionava uma casa de bingo. No momento, o local estava em plena atividade e havia cerca de 30 apostadores.

O responsável pelo local, de 48 anos, admitiu a prática do jogo de azar tipo bingo, mas alegou que a atividade era regularizada, com parte do lucro revertido à entidade assistencial. Ele até apresentou documentos expedidos pela prefeitura e Corpo de Bombeiros relacionados ao prédio, assim como cópia do contrato social da empresa responsável, inscrição na Jucesp e respectivo CNPJ.

Contudo, não foi apresentada qualquer documentação expedida pela Receita Federal que autorizasse a exploração do jogo de azar. Por esse motivo, o homem foi conduzido à CPJ para prestar declarações e responderá pela contravenção penal. Os apostadores e os funcionários presentes foram ouvidos e liberados.

Apostadores tinham a opção de cartela física e eletrônica na casa de bingo, em Bauru. Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoApostadores tinham a opção de cartela física e eletrônica na casa de bingo, em Bauru. Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoMáquina que aspirava as bolinhas sorteadas foi apreendida. Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoNúmeros sorteados eram anunciados em televisores ao redor do salão. Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoApostadores tinham a opção de cartela física e eletrônica na casa de bingo, em Bauru. Foto: Polícia Civil/Divulgação

fonte: JCNET

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.