Avaré: PM salva bebê de 2 meses engasgado no Jardim Paraiso

Um domingo que poderia ter se transformado em uma tragédia, se tornou um exemplo de ação rápida e eficiente por parte dos policiais militares da Força Tática. No último domingo (4), os policiais foram acionados pela mãe e a avó desesperadas, que estavam em um veículo com um bebê, de apenas 2 meses, engasgado. O fato ocorreu no Jardim Paraíso, em Avaré.

A equipe, composta por policiais treinados para atuar em situações de emergência, não hesitou em agir rapidamente diante da urgência do caso. O bebê em questão, chamado Heloísa, foi imediatamente entregue a um dos policiais militares, que avaliou a situação e iniciou os procedimentos de desengasgamento, também conhecida como Manobra de Heimlich.

Com precisão e destreza, o policial conseguiu desobstruir as vias aéreas da criança, que expeliu um líquido pela boca e, em seguida, começou a chorar. A respiração da pequena Heloísa foi restabelecida graças à intervenção rápida e eficiente dos policiais.

No entanto, a situação ainda estava longe de estar completamente solucionada. Durante o trajeto para o Pronto Socorro, a criança voltou a apresentar sinais de dificuldades respiratórias, o que deixou todos em alerta. Mais uma vez, o policial militar assumiu o controle da situação e realizou as manobras de desengasgamento, liberando novamente as vias aéreas da pequena Heloísa.

A equipe da Força Tática prosseguiu imediatamente para o Pronto Socorro, onde Heloísa recebeu o devido atendimento médico.

O episódio, além de mostrar a dedicação e profissionalismo dos policiais, ressalta a importância de treinamentos e capacitação para atuar em situações de emergência. O policial militar que realizou as manobras de desengasgamento demonstrou habilidade e conhecimento na aplicação da técnica, salvando a vida da pequena Heloísa.

Fonte: A Voz do Vale

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.