Últimas Notícias

Centroflora lança Ser Crescer, em parceria com Instituto Floravida e SENAI,para capacitar adolescentes para o mercado de trabalho

A Centroflora, maior empresa brasileira de extratos botânicos com atuação global, lançou, nesta quarta-feira, 2 de setembro, junto com o Instituto Floravida em parceria com o SENAI Botucatu, o projeto Ser Crescer – um programa que amplia o eixo de atuação do Projeto Adolescer, bastante reconhecido no Instituto Floravida por ser focado no apoio ao desenvolvimento de jovens.

O Ser Crescer dá início a uma série de projetos de aprendizagem, formação e preparação para o mercado de trabalho. Nesta primeira turma, o programa vai capacitar, durante seis meses, jovens entre 16 e 18 anos. 300 horas do curso reúnem disciplinas técnicas e comportamentais e foram preparadas pelo SENAI e profissionais da Centroflora.

 

 “É um sonho trazer o projeto adolescer para a necessária continuidade de inserção de jovens dentro do ambiente corporativo”, afirmou o CEO da Centroflora, Peter Andersen. O objetivo do programa é eliminar barreiras para a entrada do jovem no campo profissional, apoiando a diversidade nas empresas e, nesta primeira edição, prioriza estudantes moradores do bairro Jardim Monte Mor, Botucatu.

 

”Ser Crescer é um projeto que tem como foco proporcionar um impulso de desenvolvimento profissional para jovens de Botucatu. Unindo SENAI, Instituto Floravida e Centroflora numa composição de esforços de formação técnica, prática industrial e orientação psicossocial. Ser Crescer significa oportunidade, apoio para esses jovens num momento de vida extremamente estratégico onde esse conjunto de forças pode significar um rumo novo e transformador para a vida desses jovens”, explica Daniel Cywinski, diretor do Instituto Floravida.

 

“Não existe presente maior do que o conhecimento, considerando que diferente de tantas outras coisas da vida, esse não pode ser tirado. Reconhecer o potencial inerente a cada um desses jovens, ampliando os horizontes e dando novas oportunidades é um movimento genuíno na superação de suas vulnerabilidades”, explicou Beatriz Donato da Silva, Coordenadora do Programa Adolescer e psicóloga social

 

Os adolescentes vão receber auxílio alimentação, vale-transporte, uniformes e kits de estudos.”Nosso propósito é qualificar e desenvolver esses jovens, preparando-os para serem absorvidos pelo mercado de trabalho como menores aprendizes ou colaboradores efetivos, tanto pela Centroflora quanto pelas empresas da região”, afirmou a gerente de Recursos Humanos da Centroflora, Vanessa Gonzales Chiarelli.

Segundo o diretor do SENAI de Botucatu, Fábio Rocha, “para nós do SENAI de Botucatu, é sempre um prazer colaborar com projetos especiais como esse, onde os alunos possam vivenciar um ambiente Educacional, bem como participar da realidade da empresa na Prática, complementando assim, a sua Formação e facilitando a sua inserção no mercado de trabalho.”

“Poder contribuir de forma positiva para o futuro desses jovens é um ganho imensurável. Esse projeto cria um elo entre o propósito de vida dos colaboradores da empresa e as ações que a empresa pode promover para fazer a diferença na vida desses jovens, fortalecendo a união do grupo para um bem comum. Nós, profissionais da Centroflora, sentimos a importância de devolver para o mundo um pouco do que recebemos”, conta a executiva.

 

“Trabalho no Grupo Centroflora há 19 anos, tenho uma origem humilde, meu primeiro emprego foi vendendo suco. Devido à minha experiência em dança, por ter ministrado aula em outros lugares, fui convidado para dar aula de breaking no projeto social Adolescer. Uma experiência incrível que se repete agora: fui convidado a contar minha trajetória para os jovens do Ser Crescer. Estou muito feliz por contribuir com a melhoria de vida dessas pessoas da minha cidade”, narra Robison Amaro dos Santos (o Robinho), Operador sênior de logística, mas que lá ingressou como ajudante geral.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Turismo lança Programa “Botucatu Cidade Observadora de Aves” nesta quarta, 22

Nesta quarta-feira, 22, a Secretaria Adjunta de Turismo lança o Programa “Botucatu Cidade Observadora de Aves”. A iniciativa tem como ...