Últimas Notícias

Doria deixa a vida pública e diz que não pretende sair do PSDB

O ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (13) que voltará à iniciativa privada no próximo mês, e que não pretende deixar o PSDB.

“Não vou sair do Brasil, não vou mudar do Brasil, continuarei aqui, voltando para o setor privado, de onde eu vim. A partir de agora, retorno à minha vida privada”, disse.

As declarações foram feitas durante um café da manhã com jornalistas, em um hotel na região da Avenida Paulista, no Centro da capital.

“Continuo no PSDB, não me desfiliei e não vou me desfiliar do PSDB. As razões que me fizeram filiar ao PSDB no ano 2000 são as mesmas que me mantêm no PSDB no ano de 2022”.

Durante o evento, ele não mencionou se pretende disputar algum outro cargo político nas eleições deste ano.

“Eu vim para a vida pública para ser um gestor, em 2016. Não sou um profissional da política, sou um gestor da política. Foi esse o papel que cumpri na Prefeitura de São Paulo e também no governo do estado”, afirmou no encontro.

Em postagem nas redes sociais após o evento, porém, ele afirmou que deixava a vida pública.

“A partir do próximo mês, retomo minhas atividades na iniciativa privada. Deixo a vida pública com senso de dever cumprido. Pelos meus erros, peço desculpas. Pelos meus acertos, cumpri minha obrigação”, postou em seu perfil no Twitter.

Doria disse que voltará ao Conselho do Lide, o grupo empresarial do qual é um dos fundadores, mas sem nenhuma função executiva e remuneração.

Durante pronunciamento, o ex-governador fez um balanço das suas gestões à frente da prefeitura da capital e do governo do estado.

“Se não tivéssemos iniciado a vacinação em janeiro de 2021, pelos algoritmos da ciência, teríamos mais de 300 mil mortos hoje. Todas as medidas que adotamos, mesmo as impopulares, se tivéssemos de fazer de novo, nós faríamos de novo para salvar vidas”, afirmou Doria.

Desistência da candidatura à presidência

Em maio, João Doria (PSDB) anunciou a desistência de sua pré-candidatura à Presidência. Ele enfrentava resistências internas no PSDB e de partidos da terceira via.

Doria foi escolhido como pré-candidato em eleição interna do partido ao derrotar o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite .

A vitória na disputa interna gerou tensões com a ala do PSDB que defendia a candidatura de Leite.

fonte: G1

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Sessão ordinária da Câmara Municipal de 15 de agosto tem três projetos em pauta

A sessão ordinária de 15 de agosto na Câmara de Botucatu conta com três projetos em pauta. Os vereadores devem ...