Últimas Notícias

Sinais que antecedem uma grande mudança

Antes de uma grande mudança, sempre temos pequenos sinais à nossa volta.

Nem sempre paramos para pensar no que isso significa, mas, sabemos que Deus, pela sua infinita misericórdia, nos direciona sempre para o caminho correto.

Mas, é preciso estarmos atentos para ”os sinais” a nossa volta. Todos nós temos o ”livre arbítrio”, ou seja, a autonomia de ”escolher” qual caminho seguir, e aí, cabe a nós, aceitarmos a direção de Deus, ou continuarmos ”teimando” no caminho que lá na frente, pode nos machucar, simplesmente por não ”ouvirmos a voz de Deus” e seus ”sinais”.

Quando estamos prestes a enfrentar uma grande mudança em nossas vidas, seja pela finalização de um ciclo, ou por iniciar outro, algo sempre nos incomoda.

Nessa fase, percebemos alguns acontecimentos em comum que sempre acontecem:

  • As coisas parecem perder o brilho ou o sentido de ser;
  • As pessoas podem não mais concordarem ou quererem caminhar conosco;
  • Conflitos começam a existir, muitas vezes sem causa aparente;
  • Algo nos força para sairmos dali fisicamente, seja pela necessidade de vendermos uma casa, ou entregar o local de aluguel em que moramos;
  • A soma dos acontecimentos passam a ter mais peso do que o normal, fazendo com que seja ”um esforço muito maior” permanecer no lugar;
  • As coisas rendem menos, seja em energia, engajamento, resultados ou frutos;
  • As pessoas não compreendem quem somos ou o que fazemos, reduzindo nosso valor ao tamanho que elas acreditam ser, e não ao que realmente somos;
  • Muitas coisas acontecem ao mesmo tempo, como se um ”tornado” tive passado em nossas vidas, fazendo com que, mal conseguíssemos resolver uma coisa, que outra aparece em seguida, e tudo em paralelo, sem termos tempo de respirar ou descansar;
  • As pessoas nos culpam pelas frustrações delas, como se fosse a sua culpa, elas viverem o que estão vivendo ao seu redor, e mesmo que você ”doe mais do que pode em amor e energia”, nunca será o suficiente para suprir as frustrações daqueles que estão ao seu redor;
  • Enfim, acabamos adoecendo de forma emocional, que passará a ser física, e quando vemos em um balanço anual, visitamos mais médicos do que o de costume, quando nem sempre descobrimos as causas dos sintomas que temos e que nem conseguimos descrevê-los ao certo, por cada hora, ser uma coisa diferente.

Se você já vivenciou grandes mudanças, talvez possa lembrar dessas etapas, então, precisamos entender que existem 2 reações que podemos ter nesse momento.

1 – Continuar teimando em permanecer do mesmo jeito, apenas nos defendendo do que vem pela frente, sem abrir nosso coração para ”o que Deus quer nos mostrar ou onde Ele quer nos levar” com a fase que vivemos; ou

2 – Aceitar o novo, a mudança e a transformação interna que só Deus pode proporcionar a cada um de nós. Sabendo que depois da mudança de coração e pensamento, Ele nos presenteará com outras bençãos, que somente depois da mudança é que estaremos prontos para recebê-las. E para isso, a confiança de ”abrir mão” de algo, para receber algo que ainda virá, é exercer a fé de que o dono do universo é quem cuida de nós todos os dias.

No primeiro caso, quando teimamos em permanecer como somos, é quando não entendemos os sinais a nossa volta. E claro, como defesa, não queremos uma mudança, por ter a falsa sensação de que ”podemos perder algo” do que construímos ou no dedicamos por tanto tempo. Sem percebermos que tudo o que vivemos, faz parte de nós e da nossa história!

Fato é, que a principal mudança é ”na nossa mente”, e consequentemente, nas ações que temos. Deus é Pai, e sempre fará o melhor para nós. Quando tudo conspira ao nosso redor para uma mudança, ou seja, algo incomoda e nós teimamos em permanecer, podemos continuar na nossa decisão e sofrermos perdas maiores lá na frente. Isso, porque Deus pode respeitar nossa decisão de permanecer onde estamos e como estamos, mesmo sabendo que amanhã, haverá lamento.

O que precisamos entender, é que muitas vezes, Deus quer mudar nosso ”coração” e nosso ”pensamento”, ou seja, limpar nosso coração das ”porcarias” que acumulamos durante a vida, por ouvirmos tantas coisas que nos fazem mal; que nos aprisionam e nos colocam em laços, nos deixando vulneráveis aos sentimentos ruins, simplesmente por ”aceitarmos” as palavras e ações de pessoas a nossa volta, e isso se aplica aos laços familiares, profissionais ou sociais.

A segunda forma, é quando entendemos que ”entregar nossas vidas nas mãos de Deus”, nos fará descansar nele, ou seja, confiar de que Ele é quem cuidará de nós a cada passo. E aí, é quando nós realmente deixamos Deus remodelar nossas mentes e corações.

Muitas vezes, Deus mudará apenas ”nossa forma de ser” para vermos as coisas de forma diferente ou agirmos diante das coisas de forma diferente. Ou, mudará as coisas ao nosso redor. Aí, passamos a perceber que nem sempre é o ”ambiente que nos cerca que não é bom para nós”, mas a forma que olhamos e reagimos diante desse ambiente.

Deus sabe da nossa estrutura como seres humanos, e nós precisamos passar pela dor, para exercermos o ”desapego” das coisas, pessoas, situações e ambientes que muitas vezes nos adoecem; e aprendermos a valorizar o que realmente importa, escolhendo fazer e focar nas coisas mais essenciais da vida, dadas por Deus ao nosso redor, sabendo que nem sempre precisamos ”criar raízes” em fases que já se findaram, mas estarmos livres nas mão de Deus, que pode trabalhar em nossas vidas, nos enviando para onde Ele quiser, para cumprir propósitos que Ele definir, e que de tudo o que somos e fizermos, será para a sua honra e glória!

Cada um de nós tem um contexto diferente, então, não existe uma fórmula mágica correta de qual conduta seguir, o que existe é ”a resposta de Deus para você”. Ele sabe especificamente o que você passa, suas lutas, seus sonhos e suas necessidades; e somente Ele é quem pode conduzir sua vida nos caminhos de vida eterna e não de morte.

Então, é preciso entender que muitas coisas estão sim nas nossas mãos como responsabilidade; outras, precisamos entender e buscar as respostas em Deus, porque Ele fará o que Ele definiu, e nós somos apenas criaturas feitas pelas mãos de um grande Deus.

Mas, tenha certeza que a vontade dele, que é Pai, é boa, perfeita e agradável.

Se hoje você vive uma situação desfavorável, como se nada fluísse como deveria, busque a presença de Deus, orando e lendo sua palavra, para que você possa entender qual caminho você deve tomar e seguir, e no meio do caminho, entenda que Deus não vai apenas te direcionar, mas vai também te ”preparar para esse caminho”, por um processo talvez, um pouco doloroso, mas que ao final, valerá a pena. Porque você sairá mais fortalecido nEle, e verá as coisas com a verdadeira sabedoria, que Deus dá apenas para as pessoas que o buscam em verdade e humildade de coração.

Vale mais a pena trilhar um caminho com Deus ao seu lado, do que escolher seu próprio caminho, apenas orando para que Deus abençoe seus passos! E acredite, existe uma diferença imensa entre uma escolha e outra.

Se Deus deu a você ”sinais” de que algo precisa mudar, então, busque entender o que Ele quer que você faça, e o que Ele quer mudar em você, assim, você poderá se surpreender no final.

Um dos textos que mais me chamam a atenção em relação a mudança, está em Amós 4: 1 a 13, que relata que Deus como é Pai de amor que nos corrige; nos conduz para uma mudança: Às vezes, Ele tira a chuva; diminui a colheita; envia a peste e água que não mata a sede; para que possamos ”refletir” sobre a vida que levamos e o quanto estamos ou não nos caminhos dele.

Para entendermos melhor o que é estarmos ou não em seus caminhos, não pense no quanto somos ”religiosos”, mas o quanto nosso coração realmente está ligado com Deus ou não.

”O homem vê a aparência, Deus porém, o coração”. (1 Samuel 16:7).

Então, ser religioso é apenas cumprir o que define sua igreja ou religião, mas por regra e não por ter internalizado isso dentro de você. Então, isso pode até passar uma boa impressão para as pessoas, mas se o seu coração, estiver longe de Deus, você está apenas enganando a si mesmo.

Mas, a verdadeira mudança, não está nas suas roupas e costumes; ou no quanto você está presente nos locais em que congrega, ou até o quanto você se dedica para fazer a obra de Deus! Mas, a verdadeira mudança é interna, no coração, no arrependimento, no reconhecimento de que sem Deus nada somos e que precisamos da sua graça constantemente, e como consequência disso, teremos os frutos de arrependimento.

Esses sim são preciosos! Então, quando lemos os textos ”pelo fruto conheceremos a árvore”, pense que os frutos não são apenas ”fazer boas obras”, ”louvar com intensidade” ou ”pregar e trabalhar bem para Deus”, mas os verdadeiros frutos são o que saem do seu coração, suas mudanças de comportamento, suas intenções, o ”fazer algo para Deus com mudança de vida”, as ”renúncias” de deixar os pecados (que só deixarão de ser ocultos para você, quando você verdadeiramente se quebrantar diante de Deus e pedir que Ele te mostre). Aí sim, você será uma ”nova criatura”, e se preocupará com as coisas dos céus, e não se deixará ser levado por regras superficiais, ditas por homens que nem sempre são realmente inspirados por Deus.

Então, ”ainda há tempo de buscar a Deus de forma mais intensa”, e muito além do que religiões, é não querer mais ”inventar um Deus” ao seu modo; mas buscar a presença dele para que Ele se mostre à você, e o mais incrível disso tudo, é que vivemos em uma época que essa revelação já foi concretizada, e está na Bíblia Sagrada! Então, utilize ela como a única referência de fé, pois ela é completa, única e verdadeira! Além dela, só ocupará nosso tempo com laços que podem nos afastar de Deus!

O evangelho é simples e eficaz.

”Porquanto a Palavra de Deus é viva e eficaz, mais cortante que qualquer espada de dois gumes; capaz de penetrar até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é sensível para perceber os pensamentos e intenções do coração”. (Hb 4:12)

Se ”os sinais” de uma grande mudança, estão à sua volta, permita-se ser transformado por Deus, dia a dia, através da leitura da palavra e oração para que o Espírito Santo de Deus se revele à você! E tenha certeza de que esse é o maior investimento da sua vida! Que Deus ricamente abençoe à você e a sua família!

Graça e paz, Sandra Bertotti

 

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Prefeitura de Botucatu disponibiliza intérprete de libras para consultas e outros serviços

Você já imaginou visitar um país sem ter domínio da língua nativa e ter grande dificuldade em se comunicar? Essa ...