Turistas reclamam da situação de abandono do Camping Municipal de Avaré

Um dos principais cartões postais da Estância Turística de Avaré se encontra em estado de abandono. A afirmação é de turistas que frenquentam o Camping Municipal, na represa de Jurumirim.

O A Voz do Vale recebeu diversas fotos que revelam sérios problemas na área dos campistas. Recentemente, a Prefeitura aumentou o valor de R$ 35,00 para R$ 50,00 para cada barraca instalada no Camping.

Apesar do aumento do valor, os problemas são muitos. Em diversos pontos da área dos campistas é possível encontrar fiação elétrica exposta, gerando grande perigo aos turistas.

Além disso, a área das churrasqueiras estão com problemas estruturais. Na área de levar louça, as torneiras estão quebradas e a encanação entupida.

Outra reclamação dos turistas é o banheiro sujo. “Não tem cuidado nenhum naquele lugar e ainda aumentaram o valor. Tinha uma família com mais de 20 pessoas se luz no quiosque. Tudo largado”, relatou uma munícipe que acampou no Camping no último fim de semana e preferiu não se identificar.

Além dos banheiros, também estaria faltando limpeza nas demais áreas destinadas aos campistas. Existem problemas na estrutura da cerca, que estão cedendo.

Segundo a turista, existem tocos de árvores espalhados pelo local, o que acabou gerando danos a veículos, principalmente devido a iluminação precária, que acaba deixando os restos de árvores escondidos na escuridão.

“Lamentável, pois era para ser um lugar bem cuidado, que acolhe campistas de muitos lugares, mas a situação é essa, com o Turismo de Avaré abandonado”, lamentou.

Ela relatou, ainda, que turistas reclamaram da situação e teriam afirmado que não retornariam mais para o local devido o estado de abandono.

Fonte: A Voz do Vale

Sobre Régis Vallée

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.