Federação de Atletismo proíbe mulheres trans no feminino

Ontem, o Conselho Mundial de Atletismo atualizou as regras de quem pode participar da categoria feminina, proibindo pessoas transgênero de competirem em eventos internacionais.

O que mudou na prática 🏃‍♀️🏃‍♂️🏃

A quantidade de testosterona permitida diminuiu pela metade. As novas regras valem na categoria feminina em qualquer evento, e não só em provas especificas — 400m a 1 milha —, como era antes.

As regulações também afetam pessoas com diferenças no desenvolvimento sexual, como a a bicampeã olímpica Caster Semenya, uma mulher cisgênero que produz níveis de testosterona acima do normal.

Não é um ponto final… O presidente do Conselho afirmou ser guiado pela ciência e que, por isso, a decisão deve ser revisada à medida que surgirem novas evidências.

  • Enquanto uns argumentam que transexuais têm vantagens biológicas e não deveriam competir na categoria feminina, outros dizem que o esporte deveria ser mais inclusivo.

Nota de rodapé: O Conselho também acabou com a suspensão de doping da Rússia, mas a federação do país continuará banida das competições por conta da guerra na Ucrânia.

 

 

fonte: thenewscc.com.br

Sobre Régis Vallée

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.