Jaú: Jovem pede R$ 3 mil, não recebe e vaza vídeo íntimo na Internet

Policiais civis da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jaú prenderam em flagrante, na tarde desta terça-feira (2), um jovem de 19 anos que exigiu R$ 3 mil de uma mulher de 23 anos para não vazar vídeo íntimo gravado quando ela tinha 13 anos. O material acabou sendo compartilhado com o namorado da vítima e o suspeito foi autuado por extorsão e também por crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mas pagou fiança e responderá em liberdade.

De acordo com o delegado Marcelo Aparecido Tomaz Goes, titular da DIG, as investigações envolvendo o compartilhamento de vídeo pornográfico de adolescente na época com 13 anos tiveram início em abril deste ano. “A vítima, atualmente com 23 anos, passou a ser coagida a pagar a quantia de R$ 3.000,00 para que o vídeo não fosse compartilhado, o que acabou ocorrendo para o namorado da moça. Tanto a extorsão como o compartilhamento do vídeo ocorreram por meio de um perfil do Instagram”, conta.

O responsável pelo perfil foi identificado pelas equipes da Especializada e localizado nesta terça. Durante as diligências, os policiais civis constataram que ele mantinha o perfil e também armazenava o vídeo da então adolescente. Conduzido à DIG, o jovem foi preso em flagrante pelo crime de adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, previsto no artigo 241-B do ECA.

Ele também foi indiciado por extorsão e por oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, crime previsto no artigo 241-A do ECA. O computador e o celular do investigado foram apreendidos para perícia. Após pagar fiança, ele foi liberado para responder pelos crimes em liberdade.

Fonte: JCNET

Foto: Reprodução

Sobre Régis Vallée

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.