Últimas Notícias

Disparam apreensões de maconha sintética em presídios

O ano de 2020 foi marcado por um aumento bastante expressivo do número de apreensões de maconha sintética em presídios da região. Ao todo, de janeiro a setembro, foram 48 ocorrências, um crescimento de 2.300% em comparação ao mesmo período de 2019, quando houve apenas dois flagrantes do entorpecente conhecido como k4.

Uma das justificativas para a quantidade elevada de casos registrados em 2020 é que se trata de uma droga nova e, por ser mais fácil de ocultá-la em objetos encaminhados por correspondências, passou a ser enviada às unidades prisionais por familiares de presos na tentativa de burlar a vigilância dos agentes penitenciários.

 É o que explica o diretor do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) II “Dr. Eduardo de Oliveira Vianna” de Bauru, Fernando Henrique de Melo Santana. O estabelecimento penal em que ele atua, inclusive, lidera a estatística ao registrar 32 apreensões de maconha sintética, entre janeiro e setembro deste ano

“Devido ao período de pandemia, os presos não estão recebendo visitas presenciais e, com isso, aumentou muito o número de encomendas pelos Correios. Recentemente, nos deparamos com uma surpresa nada agradável: a reinvenção da maconha. Agora, na forma artificial e potencializada, chamada de K4”, detalha Santana.

Ele explica que a nova droga é formada por substâncias que simulam ou têm uma reação muito parecida com o THC, que é o princípio ativo da maconha, porém, muito mais potente. “É um material sintético com aspecto e textura de uma folha de papel e deixa o usuário muito agitado e agressivo”, relata o diretor.

“E os criminosos tentam de tudo para ter acesso a esse entorpecente, até mesmo usar os próprios familiares como ‘pontes’, com o objetivo de burlar a segurança do presídio”, reitera.

 

CRIATIVIDADE

Santana aponta que presos e seus familiares não poupam a criatividade na hora de camuflar a droga sintética. “Já encontramos a K4 dentro de filtro de cigarro, tubo de creme dental, sola de tênis e chinelo, fundo falso de margarina, costura de bermuda e calça e até nas fatias de um pão de forma”, elenca.

Para impedir a entrada de ilícitos em presídios, o diretor do CPP II de Bauru destaca que as unidades geridas pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) contam com escâner corporal, aparelhos de Raio-X de menor e maior porte, além de detectores de metais de alta sensibilidade.

Entretanto, a perícia dos agentes faz toda diferença para o êxito dos flagrantes, banca Santana. “A atenção do servidor nunca foi tão necessária e tem sido responsável por 100% das apreensões, que aumentaram graças à perspicácia e o tirocínio dos funcionários, que possuem um olhar cirúrgico e minucioso”, define Santana.

 

LAUDOS

Em agosto deste ano, a Polícia Científica começou a emitir laudos para confirmar o tráfico de drogas sintéticas, incluindo a k4, no Estado de São Paulo. Antes disso, mesmo com a apreensão da droga, ninguém poderia ser preso porque os laboratórios policiais não tinham como comprovar cientificamente que a k4 é entorpecente.

Entretanto, com o novo equipamento utilizado pelos peritos, a Justiça passou a processar o fornecedor e indiciá-lo por tráfico de drogas. “Todo o material apreendido é encaminhado para autoridade policial realizar o laudo. Além disso, é instaurado procedimento administrativo em desfavor do sentenciado”, finaliza Santana.

fonte: com assessoria

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Prefeitura de Botucatu disponibiliza intérprete de libras para consultas e outros serviços

Você já imaginou visitar um país sem ter domínio da língua nativa e ter grande dificuldade em se comunicar? Essa ...