Últimas Notícias

“Doença da urina preta” é intoxicação alimentar

Apesar de rara, a síndrome de Haff, que se popularizou como “doença da urina preta” tem sido relatada em várias regiões do Brasil, inclusive provocando morte. A infectologista Ana Raquel Seni, do Sistema Hapvida, explica que, na verdade, trata-se de uma intoxicação alimentar causada por uma toxina encontrada em alguns peixes e crustáceos. É uma doença aguda, cujos sintomas aparecem em até 24 horas após o consumo do alimento contaminado. Entre eles, estão urina de coloração preta, dor muscular intensa, fraqueza, dificuldade para andar, falta de ar e sobrecarga do rim, o que pode evoluir para insuficiência renal e levar o paciente a precisar de hemodiálise.

A urina escurecida é uma consequência da liberação pelo corpo de uma proteína chamada mioglobina, presente nos músculos. Quando a pessoa desenvolve a síndrome de Haff, seus músculos entram em destruição e liberam essa substância, que é tóxica para os rins. A médica esclarece que não há um tratamento específico para a doença. O que se faz é cuidar dos sintomas. “Recomendamos o tratamento dos sintomas, com analgésico para as dores musculares, e tratamento para a insuficiência renal, como hidratação e diuréticos, e até hemodiálise quando a doença é mais grave”, comenta.

Por estar associada ao consumo de pescado e pela gravidade, a “doença da urina preta” merece atenção extra na hora da escolha de peixes e crustáceos. Além de se certificar de que o produto está fresco, a médica orienta a população a se informar sobre a procedência, assim como condições de transporte e armazenamento, principalmente a temperatura. Mesmo assim, não há como identificar, com segurança, se um peixe está ou não contaminado, o que tem levado muitas pessoas a deixar de consumir o alimento.

Sobre o Sistema Hapvida

Com mais de 7,1 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, RN Saúde, Medical, Grupo São José Saúde, Grupo Promed, além da operadora Hapvida e da healthtech Maida. Atua com mais de 37 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 47 hospitais, 201 clínicas médicas, 45 prontos atendimentos, 173 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Batalha entre brasileiros e estrangeiros agita Super Final do Arena Cross 2021

A Super Final do Arena Cross, neste sábado e domingo (27 e 28/11), promete fortes emoções na pista montada no ...