Últimas Notícias

ONG Proteção Animal Mundial convoca população para o Dia de Combate ao Comércio Mundial de Animais Silvestres

Com os desafios do novo coronavírus, a ONG Proteção Animal Mundial, organização global que trabalha pelo bem-estar animal, lançou a campanha “Me Deixa Ser Selvagem”, para cobrar das autoridades brasileiras e mundiais o fim do comércio global de animais silvestres como forma de prevenção de novas pandemias. A ideia é que os líderes globais discutam o assunto na próxima cúpula do G-20, que começa no sábado 21 de novembro. Data para qual a ong criou o Dia do Combate ao Comércio Mundial de Animais Silvestres, como forma de mobilização em torno do assunto.

“Não é uma coincidência. Escolhemos esse dia para nossa causa pois é um evento extremamente relevante para o futuro do planeta. É lá onde os líderes das maiores economias do mundo, incluindo o Brasil, vão discutir atitudes que têm o poder de mudar costumes e comportamentos nos próximos anos. Por isso, criamos diversas ações para pressionar os governos por medidas mais firmes para essa causa e levar conhecimento à população sobre os riscos que essa atividade cruel traz para a saúde humana”, explica João Almeida, gerente de campanhas da ONG Proteção Animal Mundial.

No mesmo dia, às 20h, a ONG organizará uma live-mobilização no canal do ator, influenciador e jornalista Maicon Santini a fim de conscientizar a população sobre os impactos negativos do comércio de animais. No evento virtual, Maicon apresentará o movimento, a causa e a ONG, além de conversar com apoiadores do movimento e convidar seu público a apoiar a causa ao mesmo tempo que chamará a atenção sobre a importância da mudança de costumes de consumo. Paralelamente à ação, a Proteção Animal Mundial também criou uma série de desafios para as redes sociais, como filtros para o Instagram, moldura para o Facebook e um challenge no TikTok, para que o público também pressione as autoridades brasileiras e mundiais e espalhe a mensagem para seus seguidores.

Mais de 1 milhão de apoiadores

Durante a conferência anual do G20, a ONG entregará aos maiores líderes do mundo uma petição assinada por mais de 1 milhão de pessoas no mundo todo “No início deste ano, criamos uma petição online para ser entregue a essas autoridades, pedindo a eles para incluir na pauta da conferência do G-20 a conversa em torno do fim do comércio de animais silvestres, uma atividade que põe em risco o futuro da humanidade por facilitar a disseminação de pandemias, assim como ocorreu com a Covid-19”, explica Almeida, citando que no dia 17 de novembro a petição foi entregue a representantes do governo brasileiro, em uma reunião virtual com o Ministério das Relações Exteriores.

Além da petição, a ONG também engajou mais de 40 outras instituições ambientais brasileiras, que assinaram juntas uma carta destinada ao ministro da Economia Paulo Guedes, entregue no último dia 9. O conteúdo do documento pede ao governo brasileiro que apoie e defenda, durante a reunião anual da cúpula do G20, o fim do comércio mundial de animais silvestres.

Em novembro, a Proteção Animal Mundial também organizou uma série de projeções em espaços públicos de quatro cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belém. As projeções foram criadas pela artista plástica Bianca Turner e contaram com frases de reflexão sobre a causa. Em Brasília, o artista indígena Denílson Baniwa criou ilustrações de bichos selvagens que foram projetadas a laser no Museu Nacional da República, um dos cartões-postais da capital federal, além do Panteão da Pátria, Teatro Nacional, Biblioteca Nacional e Rodoviária.

“A pandemia da Covid-19, cujo vírus saltou de animais silvestres explorados para fins de alimentação, é o melhor exemplo de como esse comércio impacta negativamente a vida humana, e nós precisamos aprender com a situação atual se quisermos evitar futuras pandemias. Para se ter uma ideia, nos últimos 30 anos, cerca de 70% de todas as doenças transmitidas de animais para humanos tiveram origem nos animais selvagens. Com isso, nós da Proteção Animal Mundial acreditamos que se não houver um olhar mais analítico e crítico por parte das autoridades mundiais, além da saúde da população, a economia, o emprego e a biodiversidade globais também serão afetadas”, conclui João Almeida.

Mais informações:
Site da ONG
Desafio # MeDeixaSerSelvagem

Sobre a ONG Proteção Animal Mundial (WAP)
A ONG Proteção Animal Mundial (WAP) move o mundo para proteger os animais por mais de 50 anos. A organização trabalha para melhorar o bem-estar dos animais e evitar seu sofrimento. As atividades da organização incluem trabalhar com empresas para garantir altos padrões de bem-estar para os animais sob seus cuidados; trabalhar com governos e outras partes interessadas para impedir que animais silvestres sejam cruelmente negociados, presos ou mortos; e salvar as vidas dos animais e os meios de subsistência das pessoas que dependem deles em situações de desastre. A organização influencia os tomadores de decisão a colocar os animais na agenda global e inspira as pessoas a mudarem a vida dos animais para melhor.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Hípica Vitoreli é destaque no último final de semana em Rio Claro-SP

Hípica Vitoreli esteve no último final de semana (21/11 e 22/11), na cidade de Rio Claro-SP, participando d a 4º ...