Últimas Notícias

Preço da energia chega à prestação de um carro popular

Muitos consumidores se assustaram neste mês ao conferir a conta de energia elétrica. O calorão e a aplicação do patamar 1 da bandeira vermelha em novembro fizeram com que o preço mensal da energia elétrica chegasse à prestação de um carro popular: em torno de R$ 300,00, em muitos imóveis. O valor é confirmado pelo engenheiro elétrico e especialista nesta área, Braz Melero, que levou em consideração o consumo de uma casa com até quatro pessoas. A CPFL Paulista, por sua vez, dá dicas para economizar.

Segundo Melero, uma residência com quatro moradores gasta, em média, 300 kW/h. Com o patamar 1 da bandeira vermelha, que vigorou no mês passado, a taxa extra da conta de energia elétrica passou de R$ 1,50 para R$ 4,16 a cada 100 kW/h consumidos. Eis a explicação para o impacto sofrido por muitas famílias.

O especialista reconhece o alto custo, mas defende o procedimento. “Vivenciamos (entre junho e outubro, aproximadamente) um período pouco chuvoso, fato que reduz o reservatório das hidrelétricas, responsáveis por 70% da energia gerada pelo País. A finalidade é educativa, afinal, a população acaba evitando o desperdício”, acrescenta.

O engenheiro, então, sugere algumas medidas. “Atualmente, nós temos 13 horas de claridade. Poderíamos manter as luzes apagadas para compensar o uso do ar-condicionado. Outra ação envolve a redução do tempo de banho”, descreve.

MONITORAMENTO

Já a CPFL orienta os clientes a acompanharem o próprio consumo. Para tanto, a distribuidora lançou, em outubro, mais uma facilidade de atendimento digital: Conta Fácil, disponível no aplicativo CPFL Energia. Basta tocar o menu e selecionar a opção “Minha Fatura”. Em seguida, aparecerá o botão da “Conta Fácil”.

Já pelo site da companhia, o www.cpfl.com.br, é só acessar a aba “Atendimento”, clicar em “Serviços Online”, rolar a tela até encontrar o item “Demais Serviços” e, na coluna “Minha Fatura”, escolher a “Conta Fácil”.

EQUIPAMENTOS

Além disso, a CPFL propõe o uso dos chuveiros na posição “verão”, a limpeza periódica dos orifícios destes objetos, o não reaproveitamento de resistência queimada e a aquisição de aquecedores solares para a água.

Quando o uso do ar-condicionado for inevitável, o ideal é fazê-lo da melhor maneira possível, evitando a utilização por longos períodos e com temperaturas muito baixas.

A substituição das lâmpadas incandescentes por LED também influencia no uso ou não do ar, porque os primeiros modelos aquecem os ambientes, contribuindo para a sensação de calor.

Os consumidores devem priorizar pela compra de aparelhos com a tecnologia inverter, cujos motores são mais eficientes e econômicos.

Em relação às geladeiras, as dicas são: observar as borrachas de vedação periodicamente, só abrir as portas quando necessário, nunca utilizar a parte traseira para secar roupas, instalá-las em locais ventilados e forrar as prateleiras com plásticos ou vidros, dificultando a passagem de ar e forçando os eletrodomésticos a trabalharem mais.

fonte: JCNet

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Turismo lança Programa “Botucatu Cidade Observadora de Aves” nesta quarta, 22

Nesta quarta-feira, 22, a Secretaria Adjunta de Turismo lança o Programa “Botucatu Cidade Observadora de Aves”. A iniciativa tem como ...