Prefeitura fará vistoria preventiva contra a dengue em prédios públicos

Ação faz parte de estratégia adotada para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti em Botucatu

A Prefeitura de Botucatu está intensificando as estratégias de combate ao mosquito Aedes aegypti e por isso realizará uma série de ações para frear a transmissão do vírus na Cidade.

A partir da próxima sexta-feira, 06, a Prefeitura, através das equipes de Zeladoria Municipal, fará uma vistoria em prédios públicos com o objetivo de eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Equipes da Zeladoria irão verificar calhas e as instalações de escolas e unidades de saúde em busca de possíveis criadouros. As ações começarão pelos prédios públicos da região Norte de Botucatu, onde há maior concentração de casos de dengue confirmados no Município.

“Cada um precisa fazer a sua parte. Assim como cada morador precisa cuidar do seu quintal, nós temos que fazer a nossa parte e cuidar dos nossos prédios, eliminando qualquer condição favorável para a proliferação dos mosquitos”, destacou o Prefeito Mário Pardini.

A vistoria e a limpeza dos prédios públicos começam nesta sexta-feira, 06, e seguirá durante todo o mês de maio.

 

Ação Cata Treco

Neste ano, Botucatu já confirmou 121 casos de dengue, sendo que quase a metade deles foi registrada na região Norte da Cidade, principalmente no Jardim Paraíso.

Além de intensificar as visitas de agentes nos imóveis, a Vigilância Ambiental em Saúde tem realizado ações de nebulização para eliminar mosquitos da dengue.

Também no Jardim Paraíso, será realizada a ação Cata Treco, que tem como objetivo que as pessoas descartem materiais inservíveis e que possam acumular água da chuva. O Cata Treco ocorrerá nas proximidades do Parque Municipal, nas ruas sinalizadas no mapa.

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.