Vamos falar do Rio Tietê? Você mergulharia no Tietê?

Para milhões de pessoas que trafegam todos os dias às margens do maior curso de água de São Paulo, a ideia pode parecer inconcebível.

Porém, há regiões onde a água é boa e proporciona ‘paraísos’ turísticos, como é o caso do balneário de Rio Bonito, em Botucatu, local de muitos ranchos e passeio de barco com o Senhor Pierre, que mora na região desde que nasceu e conta muitas histórias do vilarejo.

Outra rota turística pelo Tietê são as viagens de barco ao longo do reservatório de Barra Bonita e também a pesca de corvina, tilápia e outras espécies também é um atrativo em todas as épocas do ano.

O povoado deu origem ao distrito de Vitoriana, em 1888, quando a estação ferroviária de Victoria foi inaugurada, trouxe seu período de apogeu, em 1893, a estação passou a ser também ponto de saída, o Porto Martins, às margens do rio Tietê.

Por volta de 1924, surgiu a semente da primeira igreja católica no distrito. Elizabeth Maria, filha do Conde de Serra Negra, contraiu uma grave doença e foi tratada em Paris, e a mãe, a Condessa de Serra Negra prometeu que caso ela se recuperasse, a família construiria uma igreja para Nossa Senhora no Brasil.

Para inauguração, uma imagem de Nossa Senhora foi trazida da França pela Condessa, e tanto a igreja quanto a imagem receberam o nome de “Nossa Senhora das Vitórias”, santa que se tornou a Padroeira do distrito.

Vale lembrar que o Conde de Serra Negra colocou o distrito de Vitoriana em destaque em todo o mundo devido ao café, ele envolveu-se ativamente na propaganda e divulgação do café paulista na Europa, investindo fortunas na divulgação do produto, e instalou no centro de Paris, o “Café São Paulo”.

Dono de posses na região, o Conde explorava o café e tinha uma das maiores plantações na localidade. Ele utilizava o porto e a ferrovia para exportar para a Europa.

Outra personalidade ilustre que nasceu em Vitoriana e que levou o nome do distrito para todo o mundo foi a escritora Maria Leandro Dupre, autora do livro que originou a novela da Globo, ” Éramos Seis”.

Em 1954 a história do distrito passou por mudanças, ocorrendo a desativação da navegação fluvial da Sorocabana nos rios Tietê e Piracicaba e da passagem do trem na estação do distrito.

Porto Martins teve um fim triste. Quando ocorreu a extinção da navegação fluvial, o porto perdeu importância, e entrou em decadência, sendo extinto em 1959, ocorrendo a inundação da área pela barragem de Barra Bonita, levando Porto Martins para debaixo das águas, onde suas ruínas estão lá até hoje.

Tudo o que sobrou do Porto Martins foi um cemitério recém descoberto.

Igaraçu do Tietê

A ponte que une Barra Bonita a Igaraçu do Tietê tem uma vista linda para a Eclusa, ao atravessar a ponte, no município vizinho, o visitante pode conhecer a praia Maria do Carmo Abreu Sodré, primeira praia artificial de lazer às margens do rio Tietê. A praia conta com uma estrutura de bares e banheiros, perfeito para passar o dia com a família. Na frente da praia, podemos visitar a gruta de Nossa Senhora de Lourdes, um dos cartões postais da cidade.

CAMINHOS DO TIETÊ

Região Turística Caminhos do Tietê engloba as cidades de : Arealva, Bariri, Barra Bonita, Bocaina, Borborema, Dois Córregos, Iacanga, Ibitinga, Igaraçu do Tietê, Itapuí, Jaú e Mineiros do Tietê

  • A praia municipal de Arealva, conhecida como a Praia de Água Doce Prefeito José Ruiz.
  • Bariri A cidade tem duas potencialidades muito fortes do segmento do turismo: o Turismo Natural (Ecoturismo, Cicloturismo, Turismo Náutico e Agronegócio) e o Turismo Cultural e Religioso.
  • Bocaina destaca-se pelas tradições, mantendo suas características arquitetônicas através de casarões dos áureos tempos do café, alguns até do século 19, preservando seu centro histórico que sempre é um convite à visitação.
  • Borborema já é consolidado como Turismo de Sol e Praia, Turismo de Pesca, Turismo Rural, de Eventos e Ecoturismo. O município possui mais de 30 quilômetros de margem do rio Tietê, com praias e rios afluentes. Também é conhecida como a terra dos bordados e enxovais.
  • Dois Córregos, conhecida como a terra da poesia, além de parques aquáticos com piscinas e toboáguas para toda a família, no entorno da cidade há 20 cachoeiras, praias de água doce e belas paisagens para o visitante que pratica esportes de aventura, turismo rural com ciclismo rural e ecoturismo. O Festival de Poesia de Dois Córregos é referência no Estado, e o artesanato local também é muito procurado por ser originário das tribos indígenas da região.
  • Iacanga Conhecida entre os anos 70 e 80 por abrigar um evento musical chamado Festival de Águas Claras, em setembro há o Festival da Pesca, Outra grande atração local é o Aquário Municipal com cerca de 250 metros quadrados.
  • Ibitinga, abriga um verdadeiro santuário ecológico, o principal evento é a Feira do Bordado, que acontece no mês de julho.
  • Itapuí é chamada de “Cidade Mar Azul”, graças a uma represa criada no rio Tietê nos anos 1960, deu-se início à Prainha de Itapuí, que se tornou um dos mais tradicionais pontos turísticos da região e o maior patrimônio natural da cidade. também conhecida como a “Capital Nacional do Frango”.
  • Jaú é conhecida como a capital do Calçado Feminino, Outro setor em destaque é o da saúde que abriga um dos maiores e mais modernos centros de oncologia, O Turismo Religioso faz parte da vida desta cidade, uma vez que o visitante pode fazer o passeio de Frei Galvão.
  • Mineiros do Tietê foi palco de uma visita ilustre, o imperador Dom Pedro II e a imperatriz Tereza Cristina. Na então Fazenda Banharão onde moraram durante 6 anos. No local, além da prainha do Vale Verde, encontra se a Cachoeira do Salto, lugar onde D Pedro II se banhava. Hoje a cachoeira do salto abriga um restaurante com self-service à vontade muito gostoso e bem decorado com guarda chuvas coloridos ao longo de todo teto. Sempre em junho, é realizada a Festa em Louvor a Santo Antônio, o padroeiro da cidade, sendo esse o evento local mais antigo e importante. Nas honras a Santo Antônio de Pádua, o turista encontra comidas típicas, leilão de gado, queimas de fogos e danças de quadrilha, e a tradicional competição do pau de sebo.

Curiosidades

O Rio Tietê nasce em Salesópolis. Essa cidade é uma estância turística, o Parque Estadual Nascentes do Tietê.

O Rio Tietê percorre o estado de São Paulo de Leste a Oeste, numa extensão de 1.150 km, passando por 62 municípios, desaguando no rio Paraná.

Na cidade de Mogi das Cruzes, a 45 km de sua nascente, o rio começa a ser poluído e é na região metropolitana de São Paulo, juntamente com a foz do rio Tamanduateí, que apresenta a sua pior condição de poluição e contaminação.

No trecho de Itu, Porto Feliz e Salto as quedas e desníveis topográficos contribuem para oxigenar as águas do rio e amenizar sua poluição.

Seguindo em direção à região central do estado, este rio percorre rochas vulcânicas e serras até chegar em Barra Bonita. Lá, seu aspecto nada se assemelha com o rio que cruza a cidade de São Paulo: é volumoso, navegável e despoluído em locais citados ao longo dessa edição.

Segue até o município de Itapura, na divisa entre o estado de São Paulo e o do Mato Grosso do Sul, onde desemboca no rio Paraná.

O Tietê possui grande aproveitamento hidrelétrico. Em seu curso encontram-se as usinas hidrelétricas de Barra Bonita, Bariri, Ibitinga, Promissão e Nova Avanhandava.

 

 

Sobre Régis Vallée

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.