Últimas Notícias
Home > Coluna Sandra Bertotti > Como tomar boas decisões?

Como tomar boas decisões?

Desde o nosso nascimento até o nosso último suspiro, nós precisamos constantemente tomar decisões.

Algumas são mais fáceis e exigem de nós, apenas a escolha baseada em nossos ”gostos” e ”vontades”, como escolher uma pizza ou um restaurante para se alimentar; mas outras são mais complexas e exigem de nós muito mais, como a decisão de nosso futuro ou grandes mudanças em nossas vidas.

Fato é, que as maiores decisões abrangem pontos importantes como:

* O impacto que essa decisão irá nos trazer a curto, médio e longo prazo

* O quanto estamos preparados para lidarmos com as consequências dessa decisão

* O quanto tempo de informações e se elas são suficientes para nos ajudar a decidir o que é melhor para nós e para as pessoas que nos cercam

* O momento certo em que essa decisão precisará ser tomada, para não ”perdermos oportunidades” e nem ”apressarmos demais as coisas” e acabarmos ”fazendo tudo da forma que não gostaríamos”

* As renúncias que teremos com as decisões que tomarmos

* As novas mudanças que teremos que encarar como resultados dessa decisão que tomamos e muito mais…

Nem sempre temos todo o tempo do mundo para decidirmos o que é melhor, porque as oportunidades passam apenas algumas vezes diante de nós, e as vezes, elas aparecem ”camufladas” e outras ”escancaradas demais” e podem nos confundir no momento de saber ”quais oportunidades abraçar” e ”quais oportunidades não abraçar”.

Nem toda oportunidade é boa para nós, então, ”como saber quais são boas e quais não?”

Essa é uma dúvida que pode estar presente diante de nós quando temos dificuldade de entender quem realmente somos ou o que mais buscamos realizar, ou até mesmo, quando não temos informações suficientes para a tomada de decisão.

Seja ela empresarial ou em nossas vidas pessoais, decidir coisas está relacionado à alguns pilares principais:

  • Quem somos
  • Qual é a nossa estrutura modelada pela nossa criação
  • O que queremos ou desejamos
  • O que gostamos
  • O que é viável em relação a custo e benefício
  • O que essa decisão trará para o cumprimento dos nossos propósitos
  • O que perco e ganho?

Então, para decidir com maior eficiência, reflita e questione a você mesmo:

”O que eu tenho de informações, é o suficiente para essa decisão?”

E se você concluir que não, reflita sobre a próxima pergunta..

”O que eu preciso fazer para buscar as informações suficientes para tomar essa decisão?

Pense onde buscaria essas informações, as pessoas que você precisa fazer contato, os conselhos que você precisa buscar para que você tenha informações suficientes, e então, arrisque-se!

Peça a Deus que oriente suas decisões e tome suas decisões!

Existem momentos em que precisamos ”ousar mais”, ”agir mais” e ”se permitir mais”!

Tudo na vida é um equilíbrio entre ”pensar + agir + avaliar os resultados”.

Não adianta pensar demais e não decidir, até porque não agir, também é uma decisão.

E não adianta sair fazendo as coisas, sem antes refletir e avaliar os riscos, benefícios e a melhor forma, tempo e modo de realizar cada atividade e etapa, e somente com o equilíbrio nessa balança é que obtemos a melhor decisão e consequentemente, as melhores colheitas das sementes que escolhemos plantar no caminho.

Equilíbrio é fundamental para toda e qualquer tomada de decisão.

Não alimente sabotadores, alimente o que é bom e saiba administrar seus resultados, pois, toda decisão, resultará em resultados, escolha e decida plantar as melhores sementes, para ter qualidade na colheita.

Não podemos controlar as coisas que virão até nós, mas podemos sempre administrar a forma que lidamos com o que virá, então, seja sábio, busque a paz e se empenhe para alcançar cada vez mais, mais e melhores resultados.

Gratidão e um forte abraço,

 

Sandra Bertotti

Master Executive & Business Coach

www.consultoriocoaching.com.br

 

Sobre FERNANDO BRUDER TEODORO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Posse ilegal de arma de fogo e ameaça, boletim que foi confeccionado pela PM em Anhembi

Na manhã deste sábado dia 22/02, policiais militares foram acionados para atender uma ocorrência de agressão numa propriedafe rural no ...